Portimão volta a encerrar o bloco de partos durante o fim de semana com possibilidade de transferência de crianças e jovens para Faro

Os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Faro tomaram conhecimento, esta sexta-feira, de um novo encerramento do Bloco de Partos da Urgência Obstétrica da Unidade de Portimão, pertencente ao Centro Hospitalar Universitário do Algarve, até às 9h do dia 4 de julho, devido à falta de pediatras.

A falta de pediatras é um problema recorrente com consequências graves para a assistência à população. Mais grave é a possibilidade que se ventila de vir a transferir para Faro crianças e jovens internadas em Portimão devido à falta de clínicos. Como se não bastasse o encerramento do bloco de partos, esta nova circunstância ultrapassa os limites do aceitável nos dias que correm.

Os deputados Luís Gomes, Rui Cristina e Ofélia Ramos instam, assim, o Ministério da Saúde a esclarecer toda esta situação que tanto prejudica as grávidas, as crianças e os jovens que vivem no Algarve.

A Ministra da Saúde e o PS têm demonstrado uma total falta de respeito com a população do Algarve. É preciso descaramento para num dia pintar um SNS cor-de-rosa e no dia seguinte permitir o encerramento de unidades hospitalares deixando milhares de pessoas sem uma resposta adequada.

PUBLICIDADE