Tavira – Prisão preventiva por incêndio florestal

O Comando Territorial de Faro, através do Posto Territorial de Vila Real de Santo António, no dia 25 de junho, deteve em flagrante um homem de 42 anos por incêndio florestal, no concelho de Tavira.

No seguimento de um alerta a dar conta de um foco de incêndio junto à Estrada Nacional n.º 125, em Tavira, os militares da Guarda deslocaram-se de imediato para o local, onde apuraram que o incêndio tinha sido ateado por um indivíduo que, de seguida, se colocou em fuga. Após diligências policiais foi possível detetar e intercetar o suspeito, que entretanto já tinha iniciado mais um foco de incêndio e preparava-se para deflagrar o terceiro na zona, motivo pelo qual foi detido em flagrante.

No decorrer da ação foi ainda apreendido o isqueiro utilizado.

O detido foi constituído arguido e permaneceu detido até ser presente ontem, dia 27 de junho, ao Tribunal Judicial de Tavira, onde lhe foi aplicada medida de coação de prisão preventiva, tendo sido encaminhado para o Estabelecimento Prisional de Olhão.

PUBLICIDADE