Afinal os problemas não ficaram resolvidos na segunda-feira e o Bloco de Partos em Portimão volta a encerrar

Os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Faro foram, novamente, surpreendidos com mais um encerramento do Bloco de Partos devido à ausência de Pediatras na Unidade de Portimão, pertencente ao Centro Hospitalar Universitário do Algarve. A falta de especialistas entre as 16h desta sexta-feira e as 9h de segunda-feira, 27 de junho, coloca em causa a assistência à população e obriga as grávidas a deslocarem-se até Faro.

Também o Serviço de Urgência de Pediatria será fortemente afetado entre as 21h de 24 de junho e as 9h de 25 de junho e depois, novamente, entre as 21h de 25 de junho e as 9h do dia 27 de junho. Durante estes períodos o Hospital de Portimão ficará sem pediatras na Urgência Pediátrica, Neonatologia, Pediatria e Berçário.

Os deputados Luís Gomes, Rui Cristina e Ofélia Ramos continuam a defender um reforço, urgente e consistente dos meios humanos, e técnicos, no distrito de Faro para acabar com o flagelo da falta de clínicos na região. É, também, de lamentar que a Administração do CHUA tenha vindo, constantemente, a omitir esta informação da população, apanhada, muitas vezes de surpresa.

A sequência de encerramentos que o país tem vindo a assistir prova, uma vez mais, que, ao contrário do que o Primeiro-Ministro prometeu, o problema não ficou resolvido na passada segunda-feira. O Governo não pode continuar escondido, a aguardar as conclusões de comissões criadas à pressa e que, nunca, em tempo útil, conseguirão resolver os dramas que há vários anos afetam o Serviço Nacional de Saúde.

PUBLICIDADE