Deputados do PSD Algarve preocupados com falta de pagamento a militares da GNR

Foi com enorme surpresa que os deputados do PSD eleitos pelo Algarve tomaram conhecimento do atraso no pagamento aos militares da GNR que, em agosto de 2021, prestaram serviço no concelho de Lagoa. Devido à ausência de um dispositivo adequado às necessidades existentes durante o verão, a Câmara Municipal de Lagoa requisitou serviços remunerados à GNR para que os militares pudessem exercer funções fora do serviço de escala, com um considerável acréscimo horário. Apesar de o pagamento ter sido feito, antecipadamente, pela autarquia à GNR, a verdade é que os militares que estiveram no terreno ainda não foram compensados pelo esforço feito, que em certos casos chegou às 6 horas diárias.

Os deputados Luís Gomes, Rui Cristina e Ofélia Ramos lamentam a política cega de cativações feita pelo Ministério das Finanças que retém, há um ano, mais de 8 mil euros que são, por direito, dos elementos da GNR. E o problema pode vir a repetir-se uma vez que os mesmos militares se encontram, uma vez mais, a prestar serviços remunerados para a Câmara Municipal de Lagoa até ao final do mês de setembro.

Perante estes factos, os parlamentares dos PSD eleitos pelo círculo de Faro vão pedir esclarecimentos ao Ministro da Administração Interna não só sobre a ausência de pagamento a estes militares como a propósito dos planos de investimento para a região que vive, há vários anos, com um efetivo muito inferior às reais necessidades de modo a garantir a segurança de toda a população.

PUBLICIDADE