COVID – 19 – Autoridades de saúde registaram, na última semana, no Algarve, 9.894 pessoas infetadas e mais de meia centena hospitalizadas

Portimão, Faro e Loulé são os concelhos onde existe maior número de doentes com Covid-19.

O concelho de Portimão é o que tem mais pessoas infetadas, no Algarve, com Covid-19, ao registar 1.692 casos ativos. Foi essa a informação prestada no relatório semanal da Comissão de Proteção Civil da Região do Algarve, no âmbito do processo da Covid-19, divulgado na última sexta-feira, 17 de Junho de 2022, tendo em conta os dados recolhidos até às 24h00 do dia anterior, 16/06/2022, pela Administração Regional de Saúde do Algarve.

Por sua vez, o concelho de Faro, com   1.565  casos ativos, figura na segunda posição a esse nível, enquanto no concelho de Loulé, em terceiro lugar, foram contabilizados  1.494  casos ativos naquele documento.

Alcoutim continua o concelho menos afetado 

Em face desses novos dados, há mais de três meses os concelhos algarvios com maior número de pessoas infetadas continuam a ser os de Faro, Portimão e Loulé. Enquanto isso, o concelho de Alcoutim mantém-se o menos atingido pela pandemia nesta região do sul de Portugal, agora com 52 casos ativos.

Meia centena de doentes internados em enfermarias. Nos Cuidados Intensivos estavam contabilizados quatro e mais dois ventilados. É este o mais recente quadro clínico em hospitais do Algarve, ao nível de doentes vítimas do novo coronavírus

O relatório da Comissão de Proteção Civil do Algarve, com “dados até às  24:00 horas do dia  16  de Junho  de  2022” sobre a Situação Epidemiológica na Região,  indicou  50  doentes  com Covid-19, internados  em enfermarias  dos hospitais,  4  em   Unidades de  Cuidados  Intensivos   e    2   ventilados. Assim, no total, ascendeu  a   56  o número de pessoas internadas em hospitais algarvios.

Foram registados 9.894 casos ativos nesta região, onde em duas semanas ocorreram vinte óbitos associados a esta doença e mais de dez mil pessoas foram dadas como recuperadas

CASOS ATIVOS E RECUPERADOS POR CONCELHO NA REGIÃO DO ALGARVE – 16 DE JUNHO

Os “dados até  às  24:00  horas do  dia   16   de   Junho  de 2022”, relativos à Situação Epidemiológica no Algarve, indicaram, por outro lado,  9.894   casos ativos. Isto, numa altura em que apontou para  192.641   o cumulativo de recuperados desde o início da pandemia, a 06 de Março de 2020, nesta região. Tal significa que, segundo os dados conhecidos, nas duas últimas semanas, de 02/06/2022 a 16/06/2022, mais  10.355  pessoas conseguiram recuperar desta doença.

Por outro lado, durante o mesmo período faleceram  20  doentes com Covid-19 no Algarve, onde o total de óbitos associados ao vírus atinge   828  desde  06  de Março de 2020.

9.844 Indivíduos no Domicílio, por precaução, e 2.594 em Vigilância Ativa a cargo das autoridades de saúde. Espaços destinados a Zonas de Apoio à População no Algarve sem ocupantes

Ainda segundo este relatório semanal da Comissão de Proteção Civil do Algarve, referente à Situação Epidemiológica na região, até às  24h00  horas do dia 16 de Junho de 2022, foram assinaladas, pelas autoridades de saúde,  2.594  pessoas em Vigilância  Ativa e, por precaução, estavam  9.844  no Domicílio, devido à Covid-19.

Refira-se que, no Algarve, encontram-se preparados  21  locais em 13  concelhos  (os de Faro, Lagoa Olhão não constam deste processo) para instalar Zonas de Apoio à População (ZAP), com capacidade total até  737  pessoas, destinadas a alojamento de emergência de quem necessite de ficar em isolamento obrigatório ou profilático. Contudo, nenhum desses locais está, neste momento, ocupado. 

Desde 06 de Março de 2020, altura em que surgiu o vírus, o cumulativo de casos de infeção confirmados atingiu  203.363  indivíduos no Algarve.

José Manuel Oliveira     

Paulo Silva

PUBLICIDADE