Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes 2022 volta a premiar escritores em língua portuguesa

É oficialmente lançado a 10 de junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, o Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes 2022, aberto às modalidades de novela e conto.

O objetivo do certame é estimular a criação literária, ao mesmo tempo que homenageia o escritor-Presidente da República, natural de Portimão e patrono do galardão, cuja vida e obra se encontram intimamente ligadas ao Rio Arade e ao Algarve.

Esta iniciativa cultural é promovida conjuntamente pela Câmara de Portimão e a Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes, devendo os trabalhos a concurso, num máximo de 80 páginas em formato A4 paginadas, ser inéditos e escritos em língua portuguesa, sob tema livre.

O Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes 2022 destina-se a todos os autores  nacionais,  a  cidadãos  de  países  de  língua  oficial portuguesa,  cidadãos  comunitários  e,  ainda,  a  demais  cidadãos  estrangeiros  com  situação regularizada  de permanência  em  Portugal. 

O concorrente deverá entrar na ligação eletrónica https://cm-portimao.pt/menus/servicos/biblioteca/premio-teixeira-gomes, preencher o formulário com os seus dados identificativos (nome, endereço eletrónico, número de identificação, NIF e contacto telefónico), pseudónimo e o título da respetiva obra e submeter o trabalho a concurso em formato PDF.

O prazo de entrega decorre entre as 00h00 de 10 de junho de 2022 e as 23h59 do dia 12 de agosto próximo, hora de Portugal Continental, sendo que os textos enviados após essa data não serão considerados para efeito do concurso.

O júri do certame, constituído por três individualidades de reconhecido mérito na área da Literatura, decidirá qual a obra premiada, a divulgar oficialmente durante o próximo mês de dezembro, no âmbito das comemorações do Dia da Cidade de Portimão, o mesmo sucedendo caso sejam consideradas menções honrosas, cujos autores receberão diploma comprovativo.

A obra vencedora terá uma edição de 300 exemplares, metade dos quais se destinará ao respetivo autor, a quem vai ser atribuído um prémio monetário no valor de mil euros.

PUBLICIDADE