‘Jantar dos 13’, nesta sexta-feira, dia 13 de Maio, perto de Lagoa, a cargo do ilusionista ‘Professor Herrero’ e do município local, juntará duzentos convidados contra medos e superstições

Estarão 13 pessoas em cada mesa, em que haverá talheres cruzados. À entrada do restaurante, os convidados terão de passar por debaixo de um escadote e junto a chapéus-de-chuva pretos que ficarão abertos no interior do estabelecimento, onde encontrarão, também, gatos pretos, mochos e corujas. Em declarações ao ‘Litoralgarve’, o ilusionista Dagoberto Cabrita Campos, de 68 anos e conhecido por ‘Professor Herrero’ explica os objetivos desta iniciativa.

Duzentas pessoas vão participar no ‘Jantar dos 13’ nesta sexta-feira, dia 13 de Maio de 2022, a partir das 20h.13m., num restaurante situado na zona da Palmeirinha, perto de Lagoa, e cuja organização está a cargo do conhecido ilusionista e escritor ‘Professor Herrero’ e da Câmara Municipal de Lagoa, presidida por Luís Encarnação, a que se uniram as juntas de freguesias deste concelho.

À entrada do restaurante, os convidados terão de passar por debaixo de um escadote e junto a chapéus-de-chuva pretos que ficarão abertos no interior do estabelecimento, onde encontrarão, também, gatos pretos, mochos e corujas. Estarão 13 pessoas em cada mesa, em que haverá talheres cruzados, entre outros símbolos próprios de superstição.

“A sexta-feira, 13, é um dia igual aos outros, e com este tipo de eventos pretendo demonstrar que as superstições não têm razão de existir” 

“O objetivo é desmistificar a data de sexta-feira, 13, em que muitas pessoas deixaram de fazer certas coisas, como por exemplo ter janelas abertas, ou usar objetos de cor preta, devido a superstições. A sexta-feira, 13, é um dia igual aos outros, e com este tipo de eventos pretendo demonstrar que as superstições não têm razão de existir”, disse, ao ‘Litoralgarve’, o promotor do ‘Jantar dos 13’, Dagoberto Cabrita Campos, o mítico ‘Professor Herrero’, de 68 anos e que há mais de meio século se dedica a espetáculos de ilusionismo.

“Também quero alertar as pessoas para não caírem no chamado ‘conto do vigário’, para o qual ainda há muita gente enganada por aqueles que se apresentam como sendo ‘bruxos’ e ‘bruxas’, e que através da prática de atos de ‘bruxaria’ mais não fazem do que extorquir dinheiro e outros bens.”

E acrescentou:“Com esta iniciativa, também quero alertar as pessoas para não caírem no chamado ‘conto do vigário’, para o qual ainda há muita gente enganada por aqueles que se apresentam como sendo ‘bruxos’ e ‘bruxas’, e que através da prática de atos de ‘bruxaria’ mais não fazem do que extorquir dinheiro e outros bens. Depois, como tem sido divulgado pela comunicação social, os autores destas vigarices acabam, por vezes, detidos pelas autoridades e a contas com a justiça”.

Natural de Silves e residente em Lagoa há 40 anos, o ‘Professor Herrrero’ é também autor de vários livros, um dos quais sobre um curso de hipnotismo.

Homenagem da Câmara Municipal de Lagoa aos 55 anos de carreira do ilusionista ‘Professor Herrero”

Por outro lado, neste ‘Jantar dos 13’, retomado após a pandemia da Covid-19 e que agora terá a sua 43ª. edição, “a Câmara Municipal de Lagoa prestará homenagem aos meus 55 anos de carreira”, observou o ‘Professor Herrero’. O evento contará com animação musical a cargo da harpista Helena Madeira.

José Manuel Oliveira

PUBLICIDADE