Tradição dos Maios regressa a Santa Rita no Dia do Trabalhador

A tradição dos Maios está de volta à Aldeia de Santa Rita, no feriado do Dia do Trabalhador. A iniciativa é desenvolvida em estreita colaboração com a população local e pode ser visitada durante todo o dia, nas ruas da localidade, permitindo reviver esta antiga tradição festiva tão característica na região.

No Algarve, em muitos lugares, é costume, no primeiro dia de maio, criarem-se os Maios ou Maias, enfeitá-los e colocá-los na rua. Trata-se de bonecos e bonecas representando pessoas, em tamanho natural, cheios com palha, trapos, jornais amachucados e vestidos com roupa usada.

São feitos pelas populações com simplicidade e improvisação, comummente acompanhados de reproduções de animais, objetos de uso comum, encenando atividades quotidianas, com dizeres a propósito em prosa ou verso.

Bonecos ou personagens vivas como as Maias (já menos frequentes) são reminiscências de costumes arcaicos ligados ao fim do Inverno e ao eclodir da Primavera que assinalavam a renovação da natureza e simbolizavam o poder fecundante da vegetação que desabrocha.

Também este ano, a Associação Santa Rita, A Nossa Aldeia organiza uma Feirinha de Artesanato e Produtos Regionais, entre as 10h00 e as 18h00, trazendo ainda mais animação.

«Os Maios na Aldeia de Santa Rita» é uma iniciativa organizada pelo Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/Câmara Municipal de Vila Real de Santo António e população local.

PUBLICIDADE