COVID – 19 – Dia 08 de Abril de 2022 às 18.00 horas – Com 06 novos casos positivos e mais 10 recuperados no concelho de Vila do Bispo, as autoridades de saúde locais apontam 55 pessoas contaminadas                 

Existem    dúvidas    sobre    o    número    de    casos     ativos.  

Vila do Bispo

Há dois dias consecutivos, existe a informação de que estão a surgir mais pessoas recuperadas no concelho de Vila do Bispo do que infetadas. Como tal, o relatório da Situação Epidemiológica Covid-19, das autoridades de saúde locais, contendo dados até às  24.00   horas   de   07/04/2022    e   atualizado   pelas    18.00   horas   de   08/04/2022,  assinalou    06   novos   casos  positivos    e    10   recuperados. Perante esses dados, o número de  casos  ativos  (pessoas contaminadas atualmente) devia registar uma nova descida, desta vez para  51, no concelho de Vila do Bispo.  Contudo, aquele documento oficial mantém  55  casos ativos.

80     dias    consecutivos    sem    indicação      de     doentes    sob    vigilância    no    concelho     de    Vila    do    Bispo 

É o seguinte o quadro  elaborado pelo ‘Litoralgarve’, com a evolução da Situação Epidemiológica Covid-19 no concelho de Vila do Bispo,  no dia   08   de   Abril  de  2022,  sexta-feira:

06   –   Número   de   Novos   Casos   Positivos   (Diário)  – (curiosamente, é o mesmo número registado pelo segundo dia consecutivo)   

10   –   Número    de   Recuperados   (Diário)  

55   –    Número    de   Casos    Ativos   –   (este é o número apontado pelas autoridades de saúde do concelho de Vila do Bispo, como referimos). Já as contas do ‘Litoralgarve’ indicam 51. 

Sem   dados    –    Número   de   Pessoas   sob   Vigilância   –   (há  80  dias  consecutivos)

Antiga   escola   primária   de   Budens   continua  a   acolher   10    crianças    e     06   adultos,   refugiados   da   Ucrânia

Budens

De um total de  21  espaços recentemente selecionados como Zonas de Apoio à População (ZAP), no âmbito da Covid-19, em 13 dos 16 dos concelhos do Algarve para pessoas em isolamento obrigatório ou profilático, continuam a constar do relatório semanal da Comissão de Proteção Civil desta região, divulgado na noite de 08 de Abril de 2022, o edifício da antiga escola primária de Budens, com capacidade para  16  cidadãos em todas as situações, e o salão dos Bombeiros Voluntários de Vila do Bispo, destinado  a  isolamentos  até    12  indivíduos.  Esses locais, que poderão ficar operacionais em duas horas, continuam inativos no tocante ao apoio a doentes atingidos pela pandemia no concelho de Vila do Bispo.

No entanto, o Litoralgarve indicou, há uma semana, que a antiga escola primária de Budens “acolhe no presente momento, 16 refugiados oriundos da Ucrânia  (10 Crianças e  6  Adultos)”,  segundo o relatório da Comissão de Proteção Civil da Região do Algarve. No documento atualizado nesta sexta-feira, mantém-se a mesma informação.

1.504     –    Número    de    Casos  de  Infeção  Confirmados   (Cumulativo)  desde  o início da pandemia, em 2020   –  (mais    06) 

1.440   –   Número   de   Recuperados    (Cumulativo)   desde  o  início  da pandemia,  em  2020   –   (é o número assinalado pelas autoridades de saúde do concelho de Vila do Bispo).  Em face do registo oficial de mais  10  recuperados nas últimas 24.00 horas, as contas do nosso Jornal apontam para 1.444.

95   –    Número  de  Novos   Casos   nos   Últimos   14   Dias    –   (menos    05);    Incidência atribuída pela Administração Regional de Saúde do Algarve   –   1.846   (menos     97). Vila do Bispo mantém a classificação de concelho com nível de  Risco  Muito  Elevado  para efeitos de perigo de contágio deste vírus.

09   –  Número   de  Óbitos  (Cumulativo)  desde o início da pandemia, em 2020

Convento de Santo António 02
Loulé

Loulé    mantém-se   como   o   concelho    do   Algarve      com    mais   ativos,   enquanto   que   o   de   Alcoutim,   há    onze    semanas    consecutivas,   é    onde    há      menos   pessoas   infetadas

Já os números no concelho de Vila do Bispo, referentes aos casos ativos e aos recuperados, a   07  de  Abril  de 2022, incluídos no relatório semanal da  Comissão de Proteção Civil da Região do Algarve,  publicado no  08  de  Abril   de 2022, são estes:  89   Casos Ativos  (mais   10  face há uma semana, a  31/03/2022);  e  1.406   Recuperados  (mais    34).  Como tem sido habitual, são diferentes os números apresentados, na mesma data, pelas autoridades de saúde do concelho de Vila do Bispo e de que já demos conta.

Tendo como fonte a Administração Regional de Saúde do Algarve, aquele documento da Comissão de Proteção Civil desta região, apontou o concelho de Loulé, há três semanas consecutivas, como sendo o que tem maior número de casos ativos, 1.496  (mais  97 do que na semana passada).  Seguem-se  os concelhos  de Faro, com   896   pessoas  agora  infetadas     (menos  114),  e  de  Portimão,  que  passou a ter   885  casos ativos  (menos   32).

Por sua vez, o concelho de  Alcoutim mantém-se como aquele que regista menos pessoas, no Algarve, com Covid-19  –   54   –  o que representa mais  19  em comparação com há sete dias.

Assim, e pela terceira semana consecutiva, os concelhos de Loulé, Faro e Portimão são os que registam mais casos ativos  no Algarve. E o concelho de Alcoutim continua o menos afetado por esta pandemia, há onze semanas consecutivas.

Nas    enfermarias    de    hospitais    da    região    algarvia    desceu      para    51    o     número     de     infetados    com    o   novo    coronavírus,  e      aumentou   para    04     os    que    estão    em    Unidades    de    Cuidados    Intensivos.   Já    ventilados    não     há   doentes    pela     segunda    semana    consecutiva  

Segundo o relatório da  Situação Epidemiológica na Região do Algarve, atendendo a “dados até às 24:00 horas do dia  07  de  Abril de 2022”, estavam   51   doentes   internados  em  enfermarias  dos hospitais, com Covid-19, o que representa  menos   02  do que há uma semana, a  31/03/2022;    04    nos   Cuidados Intensivos  (na última semana estava só um);  e   0   (zero)  Internados Ventilados  (sem alteração).

O Algarve registou, assim, uma ligeira subida de doentes internados devido à pandemia.  

Autoridades    de    saúde    do    Algarve   apontam   739  óbitos    desde   o   início    da    pandemia,  a    06/03/2020,  o   que   corresponde   a     10   falecimentos    na   última    semana.   Isto,   numa    altura    em   que   o   número    de    casos   ativos        voltou   a   descer,   agora    para   7.159,   e   3.956    pessoas    conseguiram     recuperar    da   Covid-19.

CASOS ATIVOS E RECUPERADOS POR CONCELHO NA REGIÃO DO ALGARVE – 07 ABRIL 2022

A Situação Epidemiológica na Região do Algarve, também com “dados até às  24:00  horas do  dia  07 de Abril de 2022”, contabilizou, pela segunda semana consecutiva, uma descida de   casos ativos  para  7.159   (menos  378), enquanto  que  ficaram curadas do vírus  mais   3.956  pessoas.  Como tal, desde o início da pandemia, a  06  de  Março de 2.020, ascende  a 152.647  o cumulativo de recuperados no Algarve.

Por outro lado, na última semana faleceram  10  doentes com Covid-19  (menos  dois do que na anterior), pelo que subiu para  739, nesta região,  o total de  óbitos desde o início da pandemia, a 06/03/2020.

Descida   para    2.117   doentes   sob   vigilância  ativa   das   autoridades   de   saúde   e   7.108   no  Domicílio,  por  precaução

O relatório semanal da Comissão de Proteção Civil da Região do Algarve, apresentado no dia 08/04/2022, indicou, ainda,   7.108   pessoas  no Domicílio, por precaução  (menos  376  em comparação com a semana passada) e  2.117  doentes  sob Vigilância  Ativa  (menos  749).

De referir, que, no Algarve, desde o início da pandemia, a 06/03/2020,  já foram confirmados, em cumulativo,  160.545  casos de infeção  1.247.655 casos  infirmados, ou seja, que não se confirmaram como estando portadores deste vírus. 

Resumindo: na última semana desceu o número de pessoas contaminadas, assim como o de  óbitos no Algarve, enquanto que se registou uma ligeira subida de doentes internados em hospitais. Mas até ao dia 07/04/2020 não havia ventilados.

Paulo Silva

José Manuel Oliveira

PUBLICIDADE