Projeto de animação comunitária “Vem bater à minha porta,” o Município de Silves foi até Corte Mourão, bater à porta da D. Anabela Viegas

Prosseguindo com o projeto de animação comunitária “Vem bater à minha porta,” o Município de Silves foi até Corte Mourão, bater à porta da D. Anabela Viegas, para uma tarde de partilha do seu quotidiano.

Nesta visita a D. Anabela descreveu como tem sido o seu dia-a-dia, após ter sofrido um acidente de viação, do qual ficou paraplégica, e dos problemas, com que se depara diariamente, resultantes dos seus condicionamentos atuais. Apesar das adversidades, a mesma tem o cuidado de se manter ativa, tendo dado ênfase à importância que os trabalhos manuais como o croché, o tricô ou a criação de bolsas e carteiras em tecido, têm vindo a ganhar na sua vida. Nesta conversa informal houve, ainda, tempo para mostrar orgulhosamente os seus trabalhos, os quais realiza com muito empenho e dedicação, e que se tornaram o melhor escape para a sua condição física. 

Relembramos que o projeto de animação comunitária “Vem bater à minha porta”, dinamizado através de visitas domiciliárias, tem como principal objetivo estimular a memória e dar resposta ao isolamento da população mais idosa no concelho; através da dinamização de jogos com imagens temáticas de tempos livres, animais de estimação, memórias e de curiosidades, exercitando assim, as suas capacidades intelectuais e de expressão.

PUBLICIDADE