Polícia Judiciária detém três homens pela prática de crimes de homicídio, ofensas à integridade física, roubo, coação e ameaça

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo e no âmbito de inquérito titulado pelo DIAP de Lisboa, procedeu à localização, identificação e detenção fora de flagrante delito de três homens, estrangeiros, com 31, 32 e 36 anos de idade, por contra eles existirem fortes indícios da prática dos crimes de homicídio, ofensas à integridade física, roubo, coação e ameaça, cujas vítimas foram diversos cidadãos igualmente estrangeiros.

As circunstâncias criminosas ocorreram nas cidades de Lisboa e Faro, tendo os crimes sido praticados entre setembro de 2019 e janeiro de 2020.

Os arguidos, agora detidos, dedicavam-se a atividades de natureza comercial e mantinham, em paralelo, diversas atividades ilícitas conexas com o controlo de atividades legais, quase sempre de natureza comercial, desenvolvidas por outros indivíduos seus conterrâneos.

O modus operandi passava por inibir, muitas vezes com recurso à violência física, a liberdade individual das vítimas e a prossecução das respetivas atividades comerciais.

Na sequência das diligências investigatórias desenvolvidas e que culminaram nesta intervenção operacional, foram ainda concretizadas, no âmbito da execução de três buscas domiciliárias, diversas apreensões de instrumentos utilizados pelos agressores.

Os detidos, fortemente indiciados pela prática de crimes graves contra a vida, contra a integridade física, contra a liberdade pessoal e contra o património, serão hoje presentes a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, a fim de lhes ser aplicada medida de coação julgada adequada.

PUBLICIDADE