No Jardim da Dúvida Artes Plásticas da IV Edição de “Dias d’As Virgens Negras” 2021

No Jardim da Dúvida é um projecto de arte contemporânea – de carácter multidisciplinar ecentrado na problematização da noção de ‘lugar’ – cujas intervenções temporárias acontecem noespaço exterior da Ermida de N. Sra. de Guadalupe
, entrecruzando o trabalho de artistas deorigens e percursos diversos, apresentado pela Associação Cultural “
O Corvo e a Raposa”, ccuradoria de Susana de Medeiros e Ana Celorico Machado, em colaboração com alguns dosmembros que integram os colectivos 289(Faro) e The Beekeepers (Castro Marim). A colaboração,além de artistas residentes do Barlavento aoSotavento , estende-se ainda ao hemisfério sul coma participação de duas artistas chilenas, com sede na cidade de Concepción, ambas tendodesenvolvido projetos com o colectivoMesa8

.
Esta proposta interpela diversas concepções sobre o que é um jardim, qual a nossa relação com anatureza e como a vemos ou apropriamos. Cruzamos, por exemplo, o pensamento da escolaperipatética grega, com as ideias de F. Nietzsche, Bruno Latour, Jorge Luis Borges e Tolentino deMendonça.
A dúvida, nestes jardins, é de facto um caminho que pretendemos fazer ao andar. Um convite aosque não hesitem em despojar-se para duvidar sempre. Lançamos propostas e desafios que poderãoenvolver sementes, frutos, raízes, canas, troncos, paus, pedras, marcos, cordas, poços, regas,enxadas, em sentido metafórico ou inversamente, criando um almanxar de ideias, conservadas peladialética entendida no seu sentido original como caminho entre ideias.


No Jardim da Dúvida é o programa de Artes Plásticas da IV Edição de “Dias d’As VirgensNegras” 2021, promovida por O Corvo e a Raposa Associação Cultural e inserida no Programa do DiVaM Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve, uma iniciativa da DireçãoRegional de Cultura do Algarve. Os “Dias d’As Virgens Negras” são um projeto anual, que sedefine como uma homenagem ao local da Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe e ao cultoancestral que nela se estabeleceu, através da música e das artes plásticas. Neste ano de 2021prosseguimos a nossa reflexão sobre as dúvidas que acercam o mundo contemporâneo.

PUBLICIDADE