Abílio Guerreiro é candidato do PAN à Junta de Freguesia do Montenegro

Abílio Guerreiro é o candidato do PAN à Junta de Freguesia do Montenegro, reforçando a presença do partido na região algarvia nas Eleições Autárquicas de 2021. Abílio Guerreiro junta-se assim a Paulo Baptista, atualmente deputado municipal e cabeça de lista à Assembleia Municipal e a Elza Cunha candidata à Câmara Municipal de Faro.

Abílio Guerreiro, professor, reside na freguesia há mais de 15 anos. Integram também a lista as professoras Sílvia Quinteiro e Filomena Alves.

O interesse pela causa ambiental, pela qualidade de vida das populações, traduzida no bem-estar, na justiça social e no combate às desigualdades, bem como pela causa animal, levaram Abílio Guerreiro a ingressar no PAN.

Para a Junta de Freguesia do Montenegro, o candidato considera ser “fundamental olhar para as grandes áreas da freguesia – Montenegro, Gambelas, Quinta do Eucalipto e Praia de Faro – e atender às necessidades específicas e aos problemas que se colocam aos residentes de cada uma delas”. Para tal, defende a implementação de “uma gestão de porta aberta, que promova nos residentes a noção de que a Junta existe para servir a população e que a sua presença e contributo será sempre bem-vinda” e que a Junta avance para modelos mais diretos e participativos.

Com esta candidatura, Abílio Guerreiro visa combater a transformação em curso da freguesia num dormitório e parque de estacionamento, onde o alcatrão alastra ao mesmo tempo que a identidade local se esbate. O candidato recorda que “esta freguesia tem uma história e uma identidade próprias que nunca foram devidamente tratadas. As vidas dos homens e mulheres que fizeram esta freguesia nunca foi registada, nunca foi contada. Foram apagados à medida que as suas casas foram dando lugar a prédios sobre prédios. E, seguindo as atuais políticas, o presente e o futuro não se afiguram melhores.”

“Numa freguesia que acolhe um hospital particular, um aeroporto e uma universidade, é fundamental que a Junta trabalhe no sentido de atenuar os seus impactos menos positivos, nomeadamente em termos de trânsito, estacionamento, acessibilidades e destruição de espaços verdes, e que estabeleça com estas entidades um diálogo no sentido de se desenvolverem ações que visem a melhoria da qualidade de vida na freguesia. A Junta deverá dar passos firmes na aproximação à Academia, centro por excelência de investigação e conhecimento em áreas como a saúde, o turismo, a hotelaria, as artes, a cultura, a arquitetura paisagista, a agronomia, a biologia marinha, e a educação que são desejavelmente transferíveis para a comunidade envolvente”, reforça o candidato.

A candidatura do PAN a Montenegro junta-se às previamente anunciadas de Santa Bárbara de Nexe e União de Freguesias de Faro (Sé e S. Pedro).

Esta é, de acordo com o partido, uma candidatura: Para todas/os e para o todo!

PUBLICIDADE