Castro Marim promove Festival do Caracol, numa esplanada perto de si

Os segredos gastronómicos do afamado petisco, temperado com o “melhor sal do mundo”, estão numa “esplanada perto de si” durante todo o mês de julho, nesta que é a 2ª edição “confinada” do Festival do Caracol, uma forma de dar continuidade a um dos eventos chave da política cultural do Município de Castro Marim, que era o Festival Internacional do Caracol.

Com esta iniciativa, a autarquia castromarinense pretende minimizar o impacto económico provocado pelas medidas de combate à Covid-19, estimulando o pequeno comércio/restauração que quiser aderir ao repto.

Até à data, aderiram à iniciativa 12 cafés e restaurantes do concelho, cuja listagem pode consultar no site do município – www.cm-castromarim.pt -, no facebook – www.facebook.com/municipio.castromarim.

Nesta edição, a autarquia integrou um elemento diferenciador, que é a animação musical. Todos os cafés/restaurantes aderentes serão, durante este período, animados por agentes culturais locais, uma política de apoio que o município de Castro Marim tem desenvolvido com a cultura e a arte locais, que têm passado por períodos muito difíceis. 

Cada estabelecimento aderente será também incentivado a ter elementos alusivos ao caracol e a autarquia assinalará cada esplanada com uma pequena réplica do caracol gigante que agora assinala a iniciativa na Praça 1º de Maio, em Castro Marim.

A organização apela a que o público, sempre que puder, faça a sua reserva junto dos cafés e restaurantes aderentes, bem como ao respeito pelas medidas de prevenção da Covid-19 – a higienização das mãos, a etiqueta respiratória e o distanciamento físico.

PUBLICIDADE