10 praias e 1 marina do concelho de Loulé recebem galardões de qualidade

As políticas ambientais da Câmara Municipal de Loulé para as áreas balneares do concelho voltaram a ser distinguidas com a atribuição da Bandeira Qualidade de Ouro e Bandeira Azul à totalidade das suas praias, 10, e ainda da Bandeira Praia Acessível, a 7 delas. Também a Marina de Vilamoura volta a receber o galardão Bandeira Azul.

Esta terça-feira, 29 de junho, decorreu a tradicional cerimónia do hastear destes galardões que atestam a qualidade dos espaços. Para além dos responsáveis do Município, estiveram presentes representantes de outras entidades com responsabilidades nestas zonas – ARS Algarve, Capitania do Porto de Faro, Agência Portuguesa do Ambiente, Juntas de Freguesia, Empresas Municipais, entre outras diretamente envolvidas na gestão balnear.

Assim, durante este verão, as Bandeiras Azul e Qualidade de Ouro estarão hasteadas nas praias de Vilamoura, Quarteira, Almargem, Forte Novo, Loulé Velho (freguesia de Quarteira), Vale do Lobo, Garrão Poente, Garrão Nascente, Ancão e Quinta do Lago (freguesia de Almancil), áreas costeiras onde serão desenvolvidas atividades de educação ambiental.

A Marina de Vilamoura, a mais antiga do país, ex-líbris do turismo nacional e que a cada ano se renova, oferecendo as melhores condições ao nível da náutica de recreio, é outra vez distinguida com a Bandeira Azul, um prémio que junta a muitos outros, tanto nacionais, como internacionais.

O Centro Azul de Quarteira será o centro nevrálgico do Programa Bandeira Azul que, ano após ano, os serviços municipais promovem junto dos veraneantes para sensibilizar para a importância da limpeza e preservação dos areais e das águas que banham a costa algarvia e que atraem milhões de turistas. Está aberto ao público entre junho e setembro, de segunda-feira a domingo, com a disponibilidade de três técnicos/animadores que acompanham e dinamizam atividades e prestam informações e esclarecimentos aos cidadãos.

 “Recuperação de Ecossistemas” é o tema escolhido em 2021 por este programa europeu. As entidades participantes são desafiadas a olhar para os ecossistemas, identificar aqueles que podem recuperar e desenvolver atividades nesse sentido, uma matéria que, de resto, se enquadra naquela que tem sido a ação do Município de Loulé.

Num verão que volta ainda a ser marcado pela pandemia, as regras de saúde pública que foram implementadas em 2020 nas praias irão manter-se, de forma a assegurar a higiene e segurança sanitária dos espaços, nomeadamente no que diz respeito à higienização dos equipamentos, o distanciamento social, a lotação das áreas e a vigilância e fiscalização das mesmas.

“O Município de Loulé, conjuntamente com os demais parceiros e decisores no âmbito da Campanha Bandeira Azul, tem vindo a implementar uma estratégia com vista ao reconhecimento do litoral do concelho como zona de excelência para a prática balnear, assente em padrões de harmonia e equilíbrio entre as diferentes praias e com uma oferta qualificada que se complementa e que se assume como referência para o turismo nacional e estrangeiro. Esta distinção é o coroar de um esforço assinalável e exigente que a autarquia de Loulé desenvolve ciclicamente na preparação e planeamento da época balnear, em observação por critérios imperativos, entre os quais, a boa qualidade das águas balneares e uma rigorosa gestão e segurança das praias e áreas envolventes”, sublinha o presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo.

PUBLICIDADE