Peça “AUTOPROPELIA” sobe ao palco do Centro Pastoral de Pêra

O Centro Pastoral de Pêra irá receber no próximo dia 16 de maio, pelas 16h00, a peça de teatro infantil “Autopropelia”. A iniciativa é promovida pela Câmara Municipal de Silves e conta com o apoio do Centro Pastoral de Pêra.

Neste espetáculo, interpretado pela companhia de Teatro Quadrilha, é apresentada uma enorme empreitada, onde trabalha uma equipa de arquitetos, engenheiros, mestres de obra, pedreiros, pintores, eletricistas, encanadores, formada por duas pessoas. A partir daqui a história vai-se desenrolando, com ou sem obra feita, mas sempre acompanhada por momentos de muita diversão e humor.

A entrada é livre, mas sujeita a apresentação de voucher que será entregue no local, no dia do espetáculo, a partir das 15h00 (hora de abertura da sala).

De salientar que, devido à atual crise sanitária, o espetáculo tem lotação reduzida, cumprindo as orientações da DGS.

O telefone 282 440 800 e o endereço de correio eletrónico cultura@cm-silves.pt são os contactos do sector de Cultura do Município de Silves para o fornecimento de informações adicionais sobre este espetáculo.

+ info sobre Autopropelia

“Autopropelia” é a apresentação de uma enorme empreitada, arquitetos, engenheiros, mestres de obra, pedreiros, pintores, eletricistas, encanadores, equipa formada por exatamente duas pessoas. Eles anunciam, preparam e começam a “obra” ou não…

Repleta de situações cómicas e clichês peculiares de uma obra em construção, o trabalho desta dupla não necessariamente conectada, vive em alternância entre elementos cómicos e ou trágicos, presa a situações sem solução, nonsense e por vezes desligada da realidade.

Atendendo ao período que se atravessa, o Município de Silves adverte que, fazendo-se cumprir as orientações da DGS, deverão ser cumpridas as seguintes indicações:

1. Acesso à sala onde decorre o evento é reservado aos titulares de bilhete;

2. Os bilhetes devem ser preferencialmente comprados antecipada e remotamente;

3. Na receção, o atendimento será realizado com distanciamento de 2 metros;

4. Os espectadores devem higienizar as mãos à entrada e à saída, assim como antes e depois de eventual aquisição de bilhete no local;

5. Qualquer objeto que seja entregue ao espectador, deve permanecer com este até ao final e não deve ser partilhado;

6. Período de entrada e saída de público alargado;

7. Entrada e saída de público desfasada com circuitos independentes de entrada e de saída, cumprindo as regras de distanciamento;

8. A lotação máxima definida de acordo com as Orientações 23 e 28/2020 e decisão final das autoridades locais de saúde;

9. Lugares sentados com distanciamento físico de acordo com as orientações da DGS;

10. Obrigatório o uso de máscara;

11. Não é permitido mudar de lugar;

12. Os espaços, equipamentos, objetos e superfícies são limpos e desinfetados periodicamente, conforme a sua frequência de utilização, de acordo com a Orientação 014/2020 da DGS.

PUBLICIDADE