A água é o veículo da natureza

Esta frase da autoria de Leonardo Da Vinci retrata, na sua essência, a importância da água para a vida humana.

No dia mundial da água, o Movimento Lagoa Primeiro pretende sensibilizar os lagoenses para a problemática da escassez deste recurso natural, uma vez que apesar de a água preencher 70% da superfície terrestre, apenas 2,5% deste valor diz respeito a água doce, pelo que importa usar este bem precioso de forma sustentável e termos consciência que este é um recurso vital, insubstituível e limitado.

Até porque, apesar de vivermos em pleno século XXI, ainda existem inúmeras populações mundiais sem acesso a água potável, afetando a sua saúde e a sua vivência.

Acresce que o aumento da população mundial, as alterações climáticas, a poluição e escassez deste recurso deverão levar-nos a pensar com máxima urgência na gestão sustentável da água de forma diária, reduzindo assim a pegada hídrica de cada um.

Consciente de que a água é fundamental para a presença e continuidade de vida no nosso Planeta, pois sem ela não existirá vida, o município de Lagoa, iniciou em 2013, sob a liderança da Francisco Martins uma verdadeira revolução na forma como este recurso passou a ser encarado.

Neste período procedeu-se a um investimento na ordem dos 1.5 milhões de euros que permitiu reduzir as perdas de água em mais de 10% (na ordem dos 40% para os 30%) e permitiu se alargasse de 92% para 96% o número de lagoenses com acesso à rede pública de abastecimento de água, destacando-se neste particular a ligação da rede de água à Caramujeira.

Não obstante, o maior legado desta gestão ficou expressa na elaboração do Plano Estratégico da Água. Este plano previa um investimento a rondar os 3.5 milhões de euros, um prazo de execução de 18 meses, e implicaria uma forte aposta nas novas tecnologias e na inteligência dos equipamentos; uma melhoraria substancial na eficiência energética do sistema de abastecimento de água e; como objetivo principal, permitiria que as perdas de água pudessem atingir valores inferiores a 20%, colocando o município de Lagoa como um município de referência na gestão deste bem essencial.

Nesta data que deve ser lembrada por todos, o Movimento Lagoa Primeiro não se esquece dos trabalhadores do município que garantem que a água continue a correr nas nossas torneiras e apela a todos os lagoenses o uso racional deste bem essencial. Sem água não há vida!

PUBLICIDADE