Mischa Zverev nos quartos de final do Faro Open, Pedro Araújo eliminado

Torneio fica sem portugueses nos singulares

Gonçalo Falcão assegura representação nos pares

Um dia depois de se ter estreado com sucesso no Faro Open, Mischa Zverev voltou a vencer para se qualificar para os quartos de final de singulares do torneio internacional de 25.000 dólares que o Centro de Ténis e Padel de Faro organiza com o apoio da Câmara Municipal de Faro e da Federação Portuguesa de Ténis. Em sentido contrário, Pedro Araújo foi afastado e deixou o evento sem representantes portugueses na variante individual.

De passagem pela capital algarvia a caminho de Acapulco, o mais velho dos irmãos Zverev desenvencilhou-se do turco Kuzey Cekirge (1322.º), carrasco do português Tiago Cação na ronda anterior, ao vencer por 6-4 e 7-5 depois de 1h46.

Ao contrário do que aconteceu na véspera, Mischa Zverev demonstrou melhor adaptação ao court principal do Centro de Ténis de Faro e conseguiu evitar uma terceira partida, apesar do adversário ter elevado o nível e por duas vezes ter anulado o break de atraso.

Nos quartos de final, o ex-top 25 ATP e quartofinalista do Australian Open em 2017 vai enfrentar outro jogador que começou a semana na fase de qualificação: o austríaco Maximilian Neuchrist (655.º).

Horas antes, o francês Dan Added (396.º) colocou um ponto final na representação portuguesa em singulares, ao derrotar o campeão nacional de sub 18, Pedro Araujo (1326.º), por 7-6(5) e 6-2, depois de 1h53.

À procura dos segundos “quartos” consecutivos em torneios internacionais, o jogador da Escola de Ténis Jaime Caldeira apresentou um ténis ofensivo e conseguiu transformar uma desvantagem de 1-5 em 6-5, chegando a dispor de um set point no serviço do francês, mas a experiência do adversário acabou por falar mais alto e, depois de 78 minutos, Added agarrou um parcial que se revelou determinante para o desenrolar do encontro, aproveitando o impulso para construir uma vantagem mais folgada na segunda partida.

Alinhamento dos quartos de final de singulares do Faro Open:

[1] Mischa Zverev vs. [Q] Maximilian Neuchrist

Alen Avidzba vs. Tomas Lipovsek Puches

[7] Dan Added vs. Tak Khunn Wang

[WC] Louis Dussin vs. Lucas Poullain

Em pares, e tal como na semana anterior, em Vale do Lobo, é Gonçalo Falcão quem “segura” a bandeira portuguesa nesta edição do Faro Open: ao lado do turco Tuna Altuna, o cascalense de 33 anos derrotou os franceses Ronan Joncour e Arthur Reymond, por 6-1 e 6-3, para confirmar o estatuto de segundo cabeça de série e avançar para as meias-finais.

Menos sorte teve a dupla 100% lusa composta por Frederico Gil e Fábio Coelho, que apesar do bom começo cedeu por 3-6, 6-3 e 10-8 para o conjunto francês formado por Dan Added e Hugo Voljacques.

Alinhamento das meias-finais de pares do Faro Open:

Alen Avidzba/Kristjan Tamm vs. Dan Added/Hugo Voljacques

Louis Dussin/Quentin Robert vs. Gonçalo Falcão/Tuna Altuna

A celebrar a 30.ª edição, o Faro Open é o torneio internacional em atividade há mais tempo em Portugal. Este ano, devido à pandemia, é realizado “à porta fechada” e de acordo com todas as normas da Direção-Geral da Saúde.

PUBLICIDADE