ALGARVE: FUNDOS EUROPEUS FINANCIAM INVESTIMENTOS EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

A Comissão Diretiva do Programa Operacional do ALGARVE aprovou seis operações de investimento de autarquias e instituições, para introdução de novas medidas ao nível da eficiência energética, por forma a obterem poupanças significativas em termos de consumo de energia, reduzindo a emissão de gases com efeitos de estufa.

Os seis projetos de investimento apresentados pela Caritas Diocesana do Algarve, Centro Popular de Lagoa, Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) e municípios de Monchique, Tavira e Vila do Bispo receberão mais de meio milhão de euros de fundos europeus, provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), tornando possível um investimento global que ronda 1,2 milhões de euros.

Com estas aprovações, o Programa Operacional do Algarve apoia um conjunto global de investimentos no valor de 8,088 milhões de euros neste domínio, apresentados por instituições públicas da região, que beneficiaram de um apoio total de 4,392 milhões de euros de fundos da União Europeia.

O Programa Operacional do Algarve é dirigido por uma Comissão Diretiva liderada pelo presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR ALGARVE) e dois vogais, o presidente da AMAL, indicado pela Associação Nacional de Municípios Portugueses, e um nomeado por Resolução do Conselho de Ministros. Mais informação AQUI.

A CCDR Algarve tem entre as suas atribuições o cumprimento das responsabilidades de gestão no âmbito da política de coesão da União Europeia em Portugal, bem como a dinamização e promoção das políticas públicas para a sustentabilidade, para a competitividade económica e social da Região.

Autor: CCDR Algarve

PUBLICIDADE