Sociedade

COVID-19 – HÁ 37 DOENTES INTERNADOS NOS HOSPITAIS DO ALGARVE, 11 DELES NOS CUIDADOS INTENSIVOS E QUATRO VENTILADOS, NUMA ALTURA EM QUE SE REGISTAM 1.729 CASOS ATIVOS, 4.046 RECUPERADOS E UM TOTAL DE 63 ÓBITOS, DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA

No seu relatório semanal, publicado a 11/12/2020, com a Situação Epidemiológica no Algarve, tendo como fonte a Administração Regional de Saúde,  a Comissão  Distrital de Proteção Civil de Faro refere 1.729 casos ativos de Covid-19, a que corresponde um acréscimo de mais 66. Neste momento, 1.692 pessoas encontram-se em isolamento profilático no domicílio, enquanto que diminuiu o número de doentes nos hospitais, com menos seis nas enfermarias e menos três em Unidades de Cuidados Intensivos. Tal acontece numa semana em que houve seis mortes no Algarve, em consequência do novo coronavírus.

A região do Algarve conta com    1.729    casos   ativos   do novo coronavírus (Covid-19), o que representa mais  174    face ao registado na semana passada, encontrando-se  1.692   doentes  a recuperar no domicílio  e   37   hospitalizados,  11  dos  quais  em   Unidades  de   Cuidados   Intensivos  e   quatro  ventilados.  Estes números foram apresentados no habitual relatório semanal divulgado pela Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro, na sexta-feira,  11  de  Dezembro  de  2020, sobre a  Situação Epidemiológica no Algarve, de acordo com a informação prestada pela Administração Regional de Saúde, na recolha de “dados até às 24:00 do dia 10/12/20”. Numa semana,  morreram  mais  seis  pessoas, o que eleva para   63   o  total de óbitos desde o início da pandemia, em Março de 2020, nesta região do sul do país. Já a Direção-Geral da Saúde, no dia 11/12/2020, através do seu Relatório de Situação nº. 284, aponta  58 óbitos (mais dois falecimentos nas anteriores 24 horas), em valor acumulado, no Algarve. 

MAIS    356    RECUPERADOS   DURANTE    UMA   SEMANA   NO    ALGARVE   E    MENOS    33    PESSOAS   EM    VIGILÂNCIA     ATIVA

Por outro lado, o documento publicado pela Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro indica que já ascende a  5.838   o  número  total de  casos  de  infeção confirmados em termos cumulativo, desde  06/03/2020, nesta região, o que, no espaço de uma semana, representa um aumento de  428  (superior ao da semana anterior, quando houve mais 390 casos).  E também a este nível, é diferente a estatística apresentada pela Direção-Geral da Saúde, que regista 6.015 casos de infeção confirmados no Algarve, em valor acumulado. 

A Situação epidemiológica semanal nesta região, que consta dos dados da Administração Regional de Saúde do Algarve, refere, em  total cumulativo,   4.046   pessoas   já   recuperadas. Como tal, houve um  acréscimo  de  356   casos de recuperação  em comparação com a passada semana (na anterior, até 04/12/2020, foram mais 211). No tocante a pessoas em vigilância ativa, o número desceu de  2.122  para   2.089, o que corresponde a menos 33,  em isolamento profilático, no espaço de uma semana.   

RECEBERAM    ALTA       MAIS    12    DOENTES      E    6.629       PESSOAS   TIVERAM   RESULTADOS    NEGATIVOS    AOS    TESTES   EFETUADOS    PARA    DESPISTAGEM    DO    VÍRUS  

No mesmo período,  mais    6.629   pessoas  ficaram a saber que os resultados aos testes realizados   para despistagem do novo coronavírus deram negativo, o que eleva para  162.147 o  número  de  casos  infirmados, cumulativo,  desde o início da pandemia, em Março de 2020, ou seja que não se confirmaram como estando contagiados com Covid-19. Tal sucede, enquanto  mais 12 doentes obtiveram alta médica durante a última semana. Ou seja, neste momento, já atinge 236 o número total de pessoas nessa situação na região algarvia.

EIS       O    ATUAL       PONTO    DE    SITUAÇÃO       EPIDEMIOLÓGICA      NO    ALGARVE

De acordo com o relatório divulgado pela Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro, baseado nos dados da Administração Regional de Saúde do Algarve, “até às 24:00 do dia 10/12/2020”, é esta  a Situação Epidemiológica na Região:

– Nº. de casos ativos  –  1.729

(mais    66   do  que o que foi referido no relatório da semana passada, no dia 04/12/2020)

– Nº.    de  casos [em tratamento]  No  Domicílio  –  1.692

(mais  72  do que na passada semana, a 04/12/2020)  

–  Nº.  de  casos  confirmados   (cumulativo desde 06 de Março de 2020)   –  5.838

(mais     428    do  que  na  semana   passada, no dia  04/12/2020)

–  Nº.   de   casos   infirmados   (cumulativo  desde   06   de  Março de 2020)  –  162.147

(mais    6.629   do    que    na   passada  semana,  a  04/12/2020)

– Nº.   de   internados   –   37

 (menos   6   do que  na    semana  passada,   no   dia   04/12/2020)

– Nº.    de    internados   em    Unidades   de    Cuidados   Intensivos    –   11

(menos     3   do  que  na   passada  semana,   a  04/12/2020)

– Nº.    de   casos    internados   ventilados  –  4

(é  o  mesmo   número   da  semana passada,  no  dia  04/12/2020)

–  Nº.    de   casos   Com   Alta     –   236

(mais      12   do   que  na  passada   semana,   a   04/12/2020)

–  Nº.   de    contactos    em   vigilância    ativa   –   2.089

(menos     33    do  que  na  semana  passada,  no  dia 04/12/2020)

–  Nº.    de   óbitos    (cumulativo  desde   06  de  Março  de 2020) –   63

(mais      6    do   que  na   passada   semana,  no  dia   04/12/2020)

–  Nº.   de  Novos  Casos   Confirmados   –   80

(curiosamente    registaram-se    menos     11    novos    casos     durante  o mesmo período, relativo às últimas 24 horas,  no  documento   apresentado  na   semana  passada,   no   dia    04/12/2020)

– Nº.    de    casos    recuperados   (cumulativo   desde    06   de Março   de   2020)   –  4.046

(mais       356     do  que   na   passada    semana,  a  04/12/2020)  

2

ESTE    É     O   NÚMERO    DE    ZONAS    DE     APOIO    À     POPULAÇÃO    (ZAP)     ATIVADO   –  UMA    NO   CONCELHO    DE     PORTIMÃO    E   OUTRA    NO    DE    LAGOA,   PARA   ISOLAMENTO    PROFILÁTICO

Em relação a instalações para funcionarem como retaguarda à pandemia da Covid-19, de âmbito municipal e regional, nos 16 concelhos do Algarve, continuam preparadas   37   Estruturas    designadas  por   Zonas  de   Apoio  à   População   (ZAP),  com  capacidade    para    2.000   camas  no total e destinadas a  Isolamento Profilático, Quarentena e Reserva Social (apoio a lares de idosos), como, de resto, temos referido noutras edições. Mantêm acionadas   2   (DUAS)    Zonas de Apoio à População  municipais,  nos concelhos de  Lagoa   e  Portimão.  Desta forma, no documento da Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro, nota-se a ausência da ZAP regional, referida nas últimas semanas.

715 

É    O   TOTAL   DE     CAMAS     EM    16    UNIDADES    HOTELEIRAS   E  MILITARES    NESTA    REGIÃO,   PARA    RETAGUARDA    AO    PROCESSO     DA     PANDEMIA

O documento  indica  que, também ao nível de Estruturas de Apoio,  há   16  unidades  hoteleiras  e  militares   em  reserva, com capacidade  de  715  camas, validadas pelas Autoridades de Saúde e Segurança Social, nos  16  concelhos do Algarve.  Esta situação não tem registado alterações em comparação com os relatórios de outras semanas.

Por outro lado, continua instalada uma Estrutura de Apoio de Retaguarda  (EAR), numa unidade hoteleira, com  capacidade de  1.000  camas, destinada a pessoas infetadas com SARS-CoV-2, sem necessidade de internamento hospitalar e que careçam de apoio específico. Servirá, igualmente, de apoio a utentes de estruturas residenciais, pessoas idosas, infetados, que necessitem de assistência específica e que não possam permanecer nas respetivas instalações devido a situações relacionadas com a pandemia. Este relatório da Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro, de 11 de Dezembro de 2020, volta a referir que essa estrutura de apoio de retaguarda está “sem ocupantes”, o que sucede desde que foi criada.

Ainda no apoio às autoridades de saúde, o Pavilhão Desportivo Municipal da Penha, situado em Faro, e o espaço de multiusos Portimão Arena, localizado no Parque de Feiras e Exposições, nesta cidade do barlavento algarvio, mantêm-se preparados para uma eventual necessidade de instalar Hospitais de Campanha, nesta região.

6

O    NÚMERO     DE       VISITAS     DE   ACOMPANHAMENTO,   NA   ÚLTIMA    SEMANA,    A     LARES    DE   IDOSOS,   UNIDADES     DE    INTERNAMENTO   DA    REDE   NACIONAL   DE   CUIDADOS   CONTINUADOS    E    CENTROS    DE    DIA,    NO    ALGARVE,   POR   TÉCNICOS    DA    SAÚDE,    SEGURANÇA    SOCIAL    E     PROTEÇÃO    CIVIL

Na última semana foram realizadas   6   visitas de acompanhamento,  através de Técnicos da Saúde, Segurança Social e Proteção Civil, às Estruturas Residenciais de Pessoas Idosas, Unidades de Internamento da Rede Nacional de Cuidados Continuados e Centros de Dia, segundo o documento divulgado na sexta-feira, 11/12/2020, pela Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro.

Deste modo, já houve um total  de  505   visitas, desde o dia  5 de Agosto de 2020, a essas instalações, nos 16 concelhos da região algarvia.

Os Serviços de Proteção Civil, em parceria com as autoridades de saúde e Segurança Social, continuam a levar a efeito ações de formação e sensibilização, “devidamente adaptadas à realidade territorial de cada concelho, com o apoio dos diversos Agentes de Proteção Civil e demais entidades cooperantes”. Pretendem, dessa forma, a “sensibilização e formação junto da comunidade escolar, das comunidades de etnia cigana, de comunidades estrangeiras, de igrejas e demais comunidades religiosas, dos estabelecimentos comerciais” e “da população em geral para o uso da máscara”, como destaca o relatório.

Mantém-se, ainda, ativada uma Brigada de Intervenção Rápida da Segurança Social, com 15 pessoas, para prestar apoio numa Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, no concelho de Olhão, e numa Estrutura de Apoio a Pessoas Portadoras de Deficiência, no concelho de Lagos. Ao mesmo tempo, foram constituídas nas corporações dos Bombeiros do Algarve, pertencentes a Associações Humanitárias de Bombeiros, 13 equipas especializadas para resposta à situação provocada pela pandemia.

CONCELHO    DE    ALCOUTIM    CONTINUA     SEM   CASOS    ATIVOS,    ENQUANTO    QUE     FARO    TEM        249.    LAGOS    REGISTA    172,    NUMA    ALTURA    EM     QUE   ASCENDE   A   QUATRO    O    TOTAL   DE    ÓBITOS    NESTE    CONCELHO    DEVIDO   À    COVID-19    

Pela segunda semana consecutiva, o relatório da Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro, divulgado na sexta-feira, 11 de Dezembro de 2020, com o ponto de situação epidemiológica no Algarve, não indica os casos ativos e recuperados por concelho nesta região. Por sua vez, a maioria das câmaras municipais, através das suas  páginas na rede social ‘Facebook’, publica dados sobre a evolução da Covid-19 nos respetivos concelhos. O Litoralgarve  apresenta a informação recolhida:

–  ALBUFEIRA

Situação Epidemiológica Covid-19 no dia 11 de Dezembro de 2020, num concelho classificado de risco moderado

Recuperados acumulados  –  590   (sem alteração em comparação com o anterior relatório divulgado pela Câmara Municipal de Albufeira, no dia 10/12/2020)

Casos confirmados acumulados  – 739  (mais  4)

Novos casos diários  –  4  (menos  2)

Casos  ativos  –  143   (mais  4)

Óbitos  –  6   (sem alteração)

  ALCOUTIM

Situação Epidemiológica Covid- 19  divulgada  no dia  04  de  Dezembro  de 2020, num concelho classificado de moderado

0   casos ativos  (igual ao relatório anterior, no dia 02/12/2020, publicado pela Câmara Municipal de Alcoutim)

7   em  vigilância   (mais um)

20   recuperados   (sem  alteração)

3  óbitos  em números acumulados desde o início da pandemia, em Março de 2020  (sem  alteração)

 ALJEZUR

Situação Epidemiológica Covid-19 no dia 12 de Dezembro de 2020, num concelho considerado de risco moderado

23  casos  confirmados  (acumulado) desde o início da pandemia, em Março de 2020   (mais  2  em  comparação com o relatório anterior, divulgado pela Câmara Municipal de Aljezur, a  04/12720209

5  casos  ativos  (mais  um)   

17  casos  recuperados   (mais  um)

1  óbito  desde o inicio da pandemia   (sem  alteração)

CASTRO  MARIM

Situação Epidemiológica Covid-19 divulgada no dia  07  de  Dezembro  de  2020, num concelho classificado de risco moderado

15  casos ativos confirmados  (mais  8  do que o referido no anterior relatório apresentado pela Câmara Municipal de Castro Marim, no dia  04/12/2020) 

49   em  vigilância  (mais  18)

48   recuperados  (sem alteração)

0  óbitos

–   FARO

Situação Epidemiológica Covid-19 no dia 11 de Dezembro de 2020, num concelho considerado de risco elevado 

27  novos  casos     (mais  18 face à informação divulgada pela Câmara Municipal de Faro, no dia  10/12/2020)

249     casos  ativos   (mais   27)

782  casos   confirmados  (cumulativo)  – (sem   alteração)

556   casos   recuperados   (sem   alteração)

4  óbitos  (cumulativo, desde o início da pandemia, em Março de 2020)   –  (sem  alteração)

–  LAGOA

Situação Epidemiológica Covid-19 no dia 10 de Dezembro de 2020, num concelho classificado de risco elevado

1  –   novos  casos  ativos   (menos  2   do que o que foi divulgado no anterior relatório publicado pela Câmara Municipal de Lagoa, a 09/12/2020)

134  –   casos  ativos   (mais  1)

254  –   casos   positivos   acumulados,  desde  o início da pandemia,  em   Março   de  2020   (mais  1)

118  –  recuperados  acumulados  (sem  alteração)

2   óbitos   acumulados  desde  o  início  da  pandemia   (sem  alteração)

LAGOS

Situação Epidemiológica Covid-19 no dia  10  de  Dezembro  de 2020, num concelho classificado de risco elevado

5  –   novos  casos   (diário – 10/12/2020)  –   (menos  um  em comparação ao relatório anterior da Câmara Municipal de Lagos, a 09/12/2020)

172   –    casos  ativos   (mais  5)

562  –  total  de  casos  confirmados, desde o início da pandemia, em Março de 2020   (sem  alteração)

0  –  recuperados   (diário – 10/11/2020)  – (sem alteração)    

391  –   recuperados   (acumulado)  –   (sem  alteração)

4   óbitos, número acumulado desde o início da pandemia  (foram registados mais dois falecimentos relacionados com a Covid-19, no espaço de uma semana, no concelho de Lagos)

LOULÉ

Situação Epidemiológica Covid-19 divulgada no dia  10   de  Dezembro   de    2020, num concelho considerado de risco moderado

11  casos   novos    (diário – 10/12/2020)  – (mais   8   em  comparação com o descrito no anterior relatório da Câmara Municipal de Loulé,   a   07/12/2020)

148   casos   ativos   (menos   3)

986    casos   positivos   acumulados, desde o início da pandemia, em Março de 2020   (mais  36)

14  recuperados   (diário – 10/12/2020)    –   (mais  4)

830    recuperados  (acumulado)   –  (mais  39)

13   óbitos   (acumulado)  –  (sem alteração)

QUATRO   CASOS   ATIVOS   NA   FREGUESIA    DE    MONCHIQUE     E   TRÊS     NA     DE   ALFERCE,   NUM    CONCELHO    CONSIDERADO    DE   RISCO   ELEVADO   PARA    A    PROPAGAÇÃO    DO    NOVO   CORONAVÍRUS.   DOIS    INFETADOS    ESTÃO   HOSPITALIZADOS    DEVIDO    A   OUTRAS    CORMOBILIDADES

– MONCHIQUE

Situação Epidemiológica Covid-19 no dia  11 de Dezembro de 2020, num concelho classificado de risco elevado 

Na informação nº. 19, divulgada na rede social ‘Facebook’, a 11/12/2020, o presidente da Câmara Municipal Monchique, Rui André, anunciou que nesta data,  no  total,  “contabilizámos   (…)   sete   casos   ativos  no  concelho,  quatro  na  Freguesia  de  Monchique  e   três   na  Freguesia   de   Alferce.”  Na atualização diária sobre o processo da evolução da pandemia, “temos  a  registar  dois   novos   casos,  ambos  na  Freguesia  de  Monchique (…)”. A situação está relacionada com uma cadeia de contágio familiar. Dois dos infetados estão hospitalizados “devido a outras cormobilidades, mas ambos a reagir bem a tratamentos”, esclareceu o autarca.

–   OLHÃO

Segundo a informação divulgada pelo presidente da Câmara Municipal de Olhão, António Miguel Pina, no ‘Facebook’, no dia 05/12/2020 existiam  84  casos  ativos neste concelho.  É menos um caso, em comparação com a anterior informação prestada pelo autarca, a 28/11/2020.

PORTIMÃO

Situação Epidemiológica Covid-19, divulgada pela Câmara Municipal de Portimão, no dia 09 de Dezembro de 2020, num concelho classificado de risco elevado

Casos  ativos  –  152   (mais   7  do que o referido no anterior relatório da autarquia, a  08/12/2020)

Casos  confirmados  (cumulativo)   –  943   (mais  14)

Total   de   recuperados  –  782   (mais   7)

Total   de   óbitos,  desde o início da pandemia, em Março de 2020   –   9   

SÃO  BRÁS   DE   ALPORTEL

Situação Epidemiológica Covid-19 no dia 11 de Dezembro de 2020, num concelho classificado de risco moderado

14   casos  ativos   (sem alteração face ao anterior relatório da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, apresentado a 10/12/2020)

49   em  vigilância    (menos  2)

96   casos  recuperados    (mais  1)

8   óbitos   desde o início da pandemia  (sem  alteração)

118  é o total acumulado de casos de infeção confirmados, desde 10/03/2020, no concelho de São Brás de Alportel, como refere a autarquia

–  SILVES

Situação Epidemiológica Covid-19 no dia  11 de Dezembro de 2020, num concelho classificado de risco moderado 

01  –      novos  casos  do  dia  (11/12/2020)  – (menos  74  do que o referido no relatório anterior da Câmara Municipal de Silves, a 04/12/2020)

62  –  casos  acumulados  (de 28/11/2020  a  11/12/2020) 

106    –   casos ativos  (inclui  novos casos  ativos)  –  (mais  31)

235  –   recuperados   (mais  43)

1  óbito  desde o início da pandemia   (sem  alteração)

TAVIRA

Situação Epidemiológica Covid-19 no dia 11 de Dezembro de 2020, num concelho considerado de risco moderado

303   casos   confirmados, desde o início da pandemia   (sem alteração face  ao anterior relatório da Câmara Municipal de Tavira, a  10/12/2020)

35    em    isolamento    (menos  31)

288    recuperados    (mais   2)

11   casos   ativos    (menos  2)

4  óbitos  –  desde o início da pandemia 

–  VILA    DO    BISPO

Continua a não haver qualquer informação sobre a Situação Epidemiológica Covid-19 neste concelho, classificado de risco elevado

VILA   REAL   DE   SANTO   ANTÓNIO 

Situação Epidemiológica Covid-19 no dia 11 de Dezembro de 2020, num concelho considerado de risco moderado

0  –   novos   casos  ativos   (no anterior relatório divulgado pela Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, a 10/12/2020, estavam indicados  3  novos casos)

15    casos   ativos   (menos  1)

47   casos   em   vigilância    (mais  20)                                

239   casos   confirmados   (cumulativo)  –  (mais   1)

218   casos   recuperados  (cumulativo)  –  (mais  1)

6   óbitos,  desde o  início  da   pandemia    (foi  registada mais uma morte neste concelho)                                        

José Manuel Oliveira

Deixe uma resposta