Diversos

Operação EMMA 6 (“European Money Mule Action”)

A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica UNC3T, em articulação com a EUROPOL/European Cybercrime Center(EC3), informa que, entre setembro e novembro de 2020, foi realizada, pelo sexto ano consecutivo, a operação contra o branqueamento de capitais através da angariação de Mulas de Dinheiro (do inglês “Money Mule”), denominada EMMA 6, envolvendo um total de 26 países, sob o lema “DontBeaMule”.

A operação EMMA (“European Money Mule Action”) contou com o apoio da Federação Bancária Europeia, FinTech FinCrime Exchange, Interpol e Western Union e teve como resultado geral a detenção de 422 indivíduos e a identificação de 4.031 “mulas de dinheiro”.

Desde o início do ano, a Polícia Judiciária deteve, em Portugal, 17 pessoas, na atividade de “Mulas de Dinheiro”, bem como procedeu à apreensão de cerca de €6.200.000,00.

A campanha de prevenção visa sensibilizar o público em geral que as “Mulas de Dinheiro” são indivíduos, recrutados por organizações criminosas, para transferirem fundos ilícitos de um local para outro, recebendo como contrapartida uma comissão. A Polícia Judiciária alerta que ser “Mula de Dinheiro” constitui crime, pelo que se foi alvo de aliciamento, deve denunciar os factos à Polícia Judiciária ou em qualquer Esquadra ou Posto policial

Autor: PJ

Deixe uma resposta