Diversos

VRSA garante alojamento para pessoas sem-abrigo em apartamentos partilhados

O Município de Vila Real de Santo António assinou um protocolo com a Cruz Vermelha Portuguesa e a Segurança Social que visa o financiamento de projetos de apartamentos partilhados para pessoas em situação de sem-abrigo no concelho.

O objetivo é proporcionar a reinserção social das pessoas sem-abrigo, através da disponibilização de alojamento, acesso igual aos serviços públicos (cuidados de saúde, educação e serviços sociais) e apoio à integração no mercado de trabalho.

O ato teve lugar em Faro, na presença da Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho; do gestor executivo da Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas sem Abrigo, Henrique Joaquim; e da Presidente da Câmara Municipal de VRSA, Conceição Cabrita.

Em Vila Real de Santo António, a iniciativa será operacionalizada pelo Município, pelo Instituto da Segurança Social e pela Cruz Vermelha Portuguesa, com o projeto «Renascer», estimando-se que esteja em funcionamento a partir do início de 2021, data em serão acolhidas cinco pessoas em situação de sem-abrigo.

Este é um modelo que permite, em parceria com as autarquias, encontrar apartamentos que são partilhados por pessoas sem-abrigo, as quais terão um acompanhamento multidisciplinar por psicólogos e assistentes sociais, garantindo-se uma resposta personalizada para cada pessoa, com vista à sua reintegração.

Recorde-se que, na sequência da situação epidemiológica que o país atravessa, a problemática dos sem-abrigo tem vindo a aumentar, pelo que se torna urgente encontrar respostas adequadas.

Autor: Câmara Municipal de VRSA

Deixe uma resposta