Desporto

Nuno Borges desafia Kacper Zuk na final do M25 Vale do Lobo Open

Está definido o elenco da grande final de singulares do Vale do Lobo Open, torneio internacional masculino dotado de 25 mil dólares em prémios monetários que é organizado pela Premier Sports e a Federação Portuguesa de Ténis. De um lado da rede estará o português Nuno Borges, do outro o polaco Kacper Zuk. Nos pares, Jesper De Jong e Jelle Sels sagraram-se campeões.

Logo pela manhã, Nuno Borges (458.º na atualização do ranking ATP desta semana) levou a melhor numa meia-final 100% portuguesa frente a Gastão Elias, por 6-3 e 6-4.

Num encontro fisicamente muito exigente, os dois sets só ficaram resolvidos após 1h38 e em ambos os parciais o maiato de 23 anos teve de inverter desvantagens de 2-0, revelando-se mais capaz de lutar por pontos longos — que mais tarde definiu como estratégia-chave para este encontro — para conseguir carimbar a vitória, a 24.ª em 28 encontros de singulares disputados no circuito internacional.

“O segredo foi estar bem física e mentalmente para tornar os pontos muito duros e muito longos e estar à procura da oportunidade certa para tentar fazer a diferença. Ele é um jogador muito rápido contra quem é extremamente difícil conseguir ganhar o ponto, principalmente nas primeiras duas pancadas”, confessou Borges logo após a vitória, destacando ainda a importância de “conseguir ganhar em dois sets que foram extremamente físicos e em que houve vários altos e baixos no, porque ele esteve por cima, depois estive eu, ele voltou a estar e eu no final consegui jogar muito bem.”

A final deste domingo será a quinta da temporada para Nuno Borges em seis torneios ITF realizados, com o tenista da Maia a procurar o terceiro título (venceu em Monastir e Sintra, perdeu no Porto e em Setúbal).

O adversário dá pelo nome de Kacper Zuk e promete criar-lhe muitas dificuldades: número 285 mundial, o polaco deu a volta a Chun Hsin Tseng (que foi número um mundial de juniores em 2018, ano em que venceu os torneios de Roland Garros e Wimbledon de sub 18) para triunfar por 1-6, 7-5 e 6-3 e repetir o triunfo da semana passada, que lhe valeu o título num ITF de 25 mil dólares em Hamburgo, na Alemanha.

Curiosamente, Borges e Zuk aqueceram juntos na manhã deste sábado, mas nunca estiveram frente-a-frente em encontros oficiais. A final tem início marcado para as 11 horas de domingo.

A fechar a penúltima jornada do Vale do Lobo Open, os holandeses Jesper de Jong e Jelle Sels venceram uma final equilibradíssima contra os portugueses Nuno Borges e Francisco Cabral, por 7-6(3), 5-7 e 10-8, para negarem aos atuais campeões nacionais da variante o sétimo título lado a lado.

Deixe uma resposta