Desporto

Jaime Faria surpreende e Maria Santos prolonga presença portuguesa no Vale do Lobo Junior Open

Jaime Faria assinou a grande vitória da jornada no Vale do Lobo Junior Open, ao eliminar o segundo cabeça de série para chegar aos quartos de final do torneio internacional Grade 5 que é organizado pela Premier Sports na Vale do Lobo Tennis Academy, em Loulé. Sete dos oito quartofinalistas masculinos são portugueses, enquanto no quadro feminino a representação portuguesa deve-se a Maria Santos.

Num duelo entre companheiros de treino no Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis, Faria, que aos 17 anos é o número 713 do “ranking” ITF, venceu Henrique Rocha por 6-3 e 7-6(7). O jovem maiato de apenas 16 anos defendia o estatuto de segundo cabeça de série fruto do 205.º posto que ocupa na classificação internacional.

Com o segundo triunfo no Vale do Lobo Junior Open, o mais velho dos dois portugueses garantiu a presença nos quartos de final, onde vai defrontar outro compatriota: Guilherme Sousa Severin, que venceu de forma muito autoritária (6-1 e 6-2) o sétimo cabeça de série, Francisco Pini.

Na metade inferior do quadro ficou garantida a passagem de um jogador português à grande final, uma vez que o outro encontro dos quartos de final também será 100% luso: Martim Simões, que superou Rodrigo Deleu por 6-3 e 6-1, vai desafiar Tomás Luís, que confirmou o estatuto de terceiro cabeça de série ao derrotar o espanhol Martin Landaluce, pelos parciais de 6-3 e 6-0.

Ao contrário da jornada anterior, Miguel Gomes (185.º do “ranking”) teve de trabalhar bem para conseguir agarrar-se ao estatuto de primeiro pré-designado e só se desenvencilhou de Pedro Libório após três “sets” equilibrados, vencendo com 4-6, 7-5 e 6-3. O próximo adversário do tenista de Alcobaça, que também integra o CAR, é Vasco Prata, oitavo favorito que venceu Nuno Pinheiro (6-4 e 6-2).

A exceção à regra é o chileno Luc Boulier Santelices, quarto cabeça de série, que ao derrotar Filipe Krohn da Silva por 7-5 e 7-6(4) marcou encontro com Tomás Pinho, que passou pelo britânico Charlie Penman com os parciais de 6-2 e 6-1, justificando o favoritismo (quinto cabeça de série).

No quadro feminino, Maria Santos já começou por brilhar ao afastar a primeira cabeça de série, Naroa Aranzabal, e esta quarta-feira passou por Sana Garakani (6-1 e 6-3), tenista iraniana que reside em Portugal e treina no Colégio Amor de Deus. Nos quartos de final, Santos — que faz parte da Escola de Ténis da Maia — vai tentar “vingar” a derrota de Matilde Morais (6-2 e 6-2) para a grega Athina Pitta, oitava cabeça de série, que a deixou como única portuguesa em prova.

Em pares, Mafalda Guedes e Matilde Morais garantiram a presença nas meias-finais do quadro feminino (vão defrontar as espanholas Naroa Aranzabal e Raquel Caballero Chica), enquanto no masculino todos os jogadores em prova são portugueses: Miguel Gomes e Henrique Rocha (primeiros cabeças de série) vão defrontar Tomás Luís e Guilherme Sousa Severin (quartos), enquanto Jaime Faria e Pedro Libório (sextos) discutem a presença na final com Vasco Prata e Eduardo Morais (quintos).

Autor: R.G.

Deixe uma resposta