Diversos

EN268 – Entrada de Sagres

A Junta de Sagres tomou conhecimento no dia 29 de julho de 2020, através da comunicação social, que tinha sido lançado um concurso público para obras de melhoria da rede rodoviária da Subconcessão do Algarve Litoral, no valor de 1,5 milhões de euros. A rede rodoviária objeto deste concurso integra, entre outros, troços da EN268.

A Junta de Freguesia, no mesmo dia, questionou as Infraestruturas de Portugal no sentido de saber se a entrada de Sagres estava incluída nestas obras de melhoramento da EN268.

No dia 11 de agosto, obtivemos resposta da Infraestruturas de Portugal a dar conhecimento que, a empreitada em causa destina-se a corrigir no curto prazo algumas das patologias mais prementes existentes no pavimento e sinalização horizontal e vertical da parte da rede incluída no contrato da Subconcessão Algarve Litoral na qual a subconcessionária tem vindo a recusar-se a intervir, não devendo estas se confundirem com obras de beneficiação ou reabilitação profunda, dizem ainda que, o troço incluí a travessia de Sagres, onde mais especificamente estão previstas algumas reparações localizadas no pavimento, bem como a renovação da sinalização vertical e horizontal.

Esta resposta não agradou a Junta de Freguesia, que respondeu dizendo que essas obras não são as obras que Sagres espera e desespera há mais de 20 anos e que o mínimo que exige é que na empreitada seja incluída a regularização das bermas que se encontram num estado impróprio para a circulação de peões.

Questionamos também, mais uma vez, para quando umas obras dignas desse nome para a entrada de Sagres.

Segundo noticia do Sul Informação, do dia 30 de julho, o anúncio destas obras foi, segundo a AMAL, recebido com «contentamento por parte de todos os autarcas na ultima Reunião do Concelho Intermunicipal, a 27 de julho», pois a Junta de Freguesia de Sagres não recebeu com contentamento a noticia das obras que vão ser efetuadas, por não resolverem o principal problema, que é a segurança dos peões. Temos esperança que os técnicos das Infraestruturas de Portugal tenham o bom senso de ouvir o apelo da Junta de Freguesia e que, pelo menos, regularizem as bermas no sentido de permitir que os peões circulem com alguma segurança.

Autor: Junta de Freguesia de Sagres

Deixe uma resposta