Sociedade

PONTO DE SITUAÇÃO DA EVOLUÇÃO DO NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19) A NÍVEL NACIONAL E NO ALGARVE – DIA 02 DE SETEMBRO DE 2020

Depois de um dia sem qualquer caso de Covid-19,  o  Algarve  registou,  em  24 horas,   11    novos   doentes, o que eleva esta região para um   total    cumulativo  de  1.123    infetados, de acordo com o boletim divulgado   no dia   02 de Setembro  de   2020, pela Direção-Geral da Saúde.

A nível nacional, há   mais   390   pessoas   contagiadas,  129  recuperadas  e   três  óbitos  ocorridos  na região de Lisboa e Vale do Tejo,   enquanto que   44  doentes  estão  internados  em  Unidades  de  Cuidados  Intensivos.  Eis a Situação Epidemiológica em Portugal, com o total de casos e variações, nesta data em que se assinalam seis  meses desde o início da pandemia:

– Total   de   casos    de     infeção    confirmados    (em números acumulados)  por data de início de sintomas ou diagnóstico / notificação  –     58.633     (mais     390    do   que  o  indicado no relatório da Direção-Geral da Saúde,  a  01 de Setembro  de  2020. Ou seja, depois de cinco dias a descer, houve uma subida no número de novos doentes infetados).

Os dados oficiais referem que   26.372    homens    e    32.261   mulheres, em Portugal, já foram infetados com  Covid-19. 

– Total   de  recuperados    42.233     (mais       129      do

que    no   dia    01  de  Setembro de 2020)

–  Total   de   casos    ativos  –   14.573       (mais     258    do  que   no   dia   01 de Setembro  de   2020)

–  Total    de      internados    –      337        (menos    13    do  que  no   dia   01   de  Setembro   de   2020)

41       doentes    em    Unidades   de     Cuidados   Intensivos    

(menos    três   do  que  no  dia  01  de  Setembro   de   2020)

–  Total   de    pessoas   em   vigilância   pelas  autoridades  de  saúde  –     33.914      (menos       84       do   que   no     dia   01   de  Setembro  de  2020, mantendo-se, assim, uma tendência de descida a este nível).         

– Total  de  óbitos     –     1.827      (mais     três    do  que   no dia     01    de    Setembro    de   2020.  Morreram    dois  homens e      uma   mulher  na  região  de  Lisboa  e  Vale  do  Tejo).

921    homens    e     906    mulheres   já   faleceram  em  Portugal  devido   ao   novo   coronavírus.

DESTA   VEZ,    A    REGIÃO   NORTE   ULTRAPASSOU      A    DE    LISBOA    E   VALE   DO   TEJO      EM     NOVOS    CASOS   DE   INFEÇÃO   NO   PERÍODO   DE   24   HORAS 

A  região de Lisboa e Vale do Tejo    conta com um total  cumulativo     de       30.208      casos  de   infeção confirmados       (mais        168       do  que  no  dia   01/09/2020)    e     671    óbitos   (faleceram   mais   três   pessoas).

Segue-se a região  Norte  que    atingiu       21.125        casos de   infeção  confirmados   em  total  cumulativo   (mais         184     do    que    no    dia    01/09/2020)    e    849   mortos.  Desta vez,  a região Norte ultrapassou a de Lisboa  e Vale do Tejo no número de novos infetados no período de 24 horas).

A   região   Centro     tem      4.853         casos     de      infeção    confirmados  em  termos  cumulativos    (mais      23    do  que  no   dia    01/09/2020,  tal  como sucedeu  na  véspera)     e     253   vítimas mortais.

O  Alentejo    contabiliza     949        casos  de   infeção  confirmados  desde  o  início   da  pandemia  em  total  cumulativo     (mais    dois    do   que  no   dia   01/09/2020)    e   22  falecidos.

APARECERAM   MAIS    DOIS    HOMENS,     DE   49    E   31    ANOS   DE   IDADE,    COM    COVID-19,    NOS    AÇORES,   UM   NA   ILHA   DE   SÃO    MIGUEL    E   O   OUTRO   NA  ILHA   GRACIOSA   

A  região  dos  Açores,  segundo  a   Direção-Geral da Saúde,   regista     214         casos   de     infeção    confirmados   (mais  um   do   que   no   dia  01/09/2020)   e    15   mortes.

A  Autoridade  de Saúde Regional  dos  Açores, por seu turno,  refere   um total cumulativo   de   226     casos   confirmados    (mais     dois  do   que   no   dia   01/09/2020 ),   sendo    30   positivos ativos. Em  comunicado, esta entidade revela que, na sequência de   1.382  análises  realizadas, foram diagnosticados  dois  casos  positivos  de  Covid-19, um na Ilha de São Miguel e outro na Ilha Graciosa, sendo a situação clínica de ambos  considerada estável.

No caso da Ilha de São Miguel, trata-se de um  homem de  49  anos de idade, que desembarcou nesta região, no dia  25/08/2020, proveniente do continente europeu, tendo obtido teste negativo à chegada e teste positivo para Covid-19 após o sexto dia  nos  Açores.

Já na Ilha Graciosa, o infetado é um  homem de  31  anos, a quem  já havia sido diagnosticada a doença Covid-19 durante a sua permanência em território continental, tendo sido dado como recuperado  pelas  autoridades de saúde correspondentes. De acordo com o comunicado da Autoridade de Saúde Regional dos Açores, o homem é “atualmente considerado como portador  de  remanescências  do  vírus e, portanto, contagioso”.  

Por outro lado, duas mulheres,  de 21 e 43  anos  de  idade, cumprindo critérios de cura para a Covid-19 em território continental, saíram dos Açores, regressando, assim, à origem, acrescenta aquele organismo.

AUTORIDADES   DE   SAÚDE   DA   MADEIRA   APONTAM    MAIS    QUATRO    PESSOAS    COM     O    NOVO   CORONAVÍRUS     E    SEIS    RECUPERADAS   

Já  a  Madeira,  como aponta o relatório da   Direção-Geral  da Saúde no dia   02 de  Setembro  de  2020,    contabiliza    161    casos  de  infeção   confirmados    (mais     um   que   no  dia   01/09/2020)  e zero óbitos.

Por outro lado,  o  IASAÚDE –  Instituto de Administração da Saúde da Região Autónoma da Madeira   anunciou   mais  quatro casos de  Covid-19. Tratam-se   de   três  casos  importados  e  um  de  transmissão local,  “associada  à cadeia identificada   no   Porto  Santo, com  origem  num caso  confirmado  na  região  de  Lisboa  e Vale  do  Tejo”, esclareceu aquela entidade, no seu habitual comunicado diário.

A investigação epidemiológica permitiu, ainda, identificar “um total  de  23  contactos  no  concelho  do  Porto  Santo, dos  quais  4  casos  foram   confirmados.   As pessoas   permanecem  em  isolamento”, acrescentou a IASAÚDE.

Neste momento, a Madeira regista um total cumulativo de  166 casos  confirmados  (mais  quatro  do  que  no  dia  01/09/2020),  sendo  42  positivos e  124  recuperados   (mais seis).  Em relação aos casos positivos,  20 doentes  estão em quarentena numa unidade hoteleira  dedicada para o  efeito e  22  permanecem em  alojamento  próprio.

ALGARVE

MAIS     11    INFETADOS

O Relatório de Situação nº. 184,  da Direção-Geral da Saúde, de    02   de    Setembro    de    2020,   indica mais  11     pessoas  com  Covid-19   no  Algarve,  após  um  dia  sem  registo de novos doentes. Deste  modo,  um     total   cumulativo   de    1.123     casos  de  infeção confirmados  é o que figura no mapa relativo a esta região.

DIREÇÃO-GERAL    DA   SAÚDE   MANTÉM   17      ÓBITOS    NO     ALGARVE  

Por outro lado, o boletim da Direção-Geral de Saúde, com a Situação Epidemiológica em Portugal,  no dia   02    de    Setembro    de   2020,   mantém a  informação  de    17   óbitos no  Algarve,  em consequência deste novo coronavírus.

Recorde-se  que  a  Autoridade de Saúde Regional, no seu último relatório semanal, divulgado a   28   de   Agosto   de    2020, apontou  19  óbitos, desde o inicio desta pandemia.

Os óbitos conhecidos são:

– 3 em Portimão

– 1 em Quarteira, no concelho de Loulé

– 5 em Boliqueime, no concelho de Loulé

– 1 em Loulé

– 1 no concelho de São Brás de Alportel

– 2 em Vila Real de Santo António

– 2 no concelho de Albufeira

– 2 no concelho de Lagoa

– 1 no concelho de  Faro

– 1 em Odeceixe, no concelho de Aljezur

CONCELHOS    DE    ALBUFEIRA,   FARO    E    LOULÉ    REGISTAM,     EM    TOTAL    CUMULATIVO,     MAIS      CASOS   DE   INFEÇÃO   CONFIRMADOS    DESDE    O    INÍCIO    DA    PANDEMIA,  NAS   CONTAS   DA   DIREÇÃO-GERAL   DA   SAÚDE 

Como o Litoralgarve já  referiu, no  dia   31   de   Agosto   de   2020,  segunda-feira,  como tinha prometido,  a  Direção-Geral da Saúde   divulgou  a lista semanal,  com a caracterização demográfica dos casos de infeção confirmados em termos cumulativos,  sublinhando que a informação  se refere   “ao total de notificações médicas no sistema SINAVE, não incluindo notificações laboratoriais.” “Como tal, pode não corresponder à totalidade dos casos por concelho”,  alertou. A caracterização demográfica dos casos confirmados é atualizada à segunda-feira, “na pendência de desenvolvimentos nos sistemas de informação”, acrescentou aquela entidade. 

Em relação ao  Algarve,  a lista com os  casos  de   infeção  confirmados em total cumulativo desde o início da pandemia,  indica o seguinte:

ALBUFEIRA

  181  casos confirmados    (mais  oito  do  que  há  uma  semana,

  no  dia  24/08/2020) 

ALJEZUR

  7 casos  confirmados   (sem  variação)

CASTRO  MARIM

  4 casos confirmados   (sem  alteração)

De recordar, por outro lado,  que  o  presidente da Câmara Municipal  de  Castro Marim, Francisco Amaral,  destacou na página da autarquia na rede social  ‘Facebook’: 0 casos confirmados / 0  em vigilância  /   3  recuperados  / 0  óbitos.

FARO

  178  casos  confirmados     (mais  22)

–  LAGOA

   28  casos  confirmados    (mais  dois )

 LAGOS 

   132  casos  confirmados      (mais quatro)

LOULÉ

  164  casos  confirmados       (mais  19)

MONCHIQUE  –

  15  casos  confirmados    (sem  variação)

OLHÃO  –

  32  casos  confirmados     (mais   três)

PORTIMÃO

  132   casos  confirmados      (mais  dois)

Por outro lado, a   Câmara Municipal de  Portimão, ao atualizar o ponto de  situação epidemiológica  no concelho,  com a data de  01/09/2020, indicou um  total cumulativo  de    141   casos confirmados   /  25  casos  ativos  / 113  recuperados   e  3 óbitos. 

 SÃO  BRÁS   DE   ALPORTEL

   11   casos  confirmados em  total cumulativo,  segundo a Direção-Geral da Saúde     (mais   quatro)   

Já  a  Câmara    Municipal    de    São    Brás   de   Alportel,   na atualização do ponto de situação epidemiológica Covid-19 neste concelho,  no dia  02/ 09/2020, exibiu um quadro com esta informação:

                                                                                                                  –  6  casos  ativos confirmados  

– 33   em vigilância  (mais  um)

–   9  recuperados  

–   1  óbito

  Total  acumulado  de  casos  confirmados     desde   10   de Março de 2020   –   16

–   SILVES   –

    56  casos   confirmados,  refere  a Direção-Geral da Saúde

    (mais  nove)

–  TAVIRA  –

    39  casos  confirmados   (sem  variação) 

– VILA  REAL   DE   SANTO    ANTÓNIO

   18  casos  confirmados     (mais   um)

–  VILA  DO  BISPO  –

    7  casos  confirmados      (mais  três)

113    PESSOAS    JÁ    CURADAS   NO   CONCELHO   DE     PORTIMÃO  

Casos de recuperação conhecidos na região algarvia:

– 146  no concelho de  Loulé

– 141  no concelho de  Albufeira

– 134  no concelho de  Lagos

– 113  no concelho   de     Portimão

   É este o  total de recuperados, apresentado pela Câmara Municipal de Portimão em mais um ponto de situação sobre a Covid-19, com a data de  01/09/2020.

–   100   no concelho   de  Faro

–  45  no concelho de  Tavira

–  40  no concelho de  Silves

–  33  no concelho de   Olhão

–  20  no concelho de   Vila Real de Santo António

–  18  no concelho de   Lagoa

–  14  no concelho de  Monchique

–   9  no concelho de  São Brás de Alportel –  indica a Câmara Municipal no seu ponto de situação epidemiológica do concelho,  no   dia  02/09/2020.

– 6  no  concelho  de  Aljezur

– 3  no concelho de   Castro   Marim

NO     CONCELHO    DE    SÃO   BRÁS    DE    ALPORTEL    ESTÃO     SEIS    PESSOAS    INFETADAS    E    33    EM    VIGILÂNCIA

A última  lista dos casos ativos de Covid-19,  no Algarve, com base na informação da Delegada de Saúde Regional, às  “23:59   horas   do   dia   27    de   Agosto   de   2020”, está expressa num mapa contendo os dados que se seguem:

LOULÉ

  63   casos ativos

Como o Litoralgarve já referiu, a  situação  tem-se  alterado,  na sequência de um surto registado no plantel de futebol sénior do Louletano Desportos Clube, em que  foram diagnosticados  33   casos  positivos, como referiu, em comunicado, no dia 29/08/2020, a Câmara Municipal de Loulé. Entretanto, já ficaram  infetadas  38  pessoas, nomeadamente treinadores, jogadores e outros elementos do clube, além de familiares de um elemento da equipa técnica, segundo informações oficiais.   

ALBUFEIRA

  50    casos ativos

FARO

  33  casos  ativos

PORTIMÃO

  31    casos  ativos 

Por sua vez, a   Câmara  Municipal  de   Portimão, no seu último relatório com a data de  01/09/2020,  indicou   25  casos  ativos.

LAGOS

  18    casos   ativos 

SILVES

  21    casos   ativos

TAVIRA

   6   casos   ativos

OLHÃO

   9  casos ativos 

– LAGOA 

  9   casos  ativos

VILA   DO   BISPO 

   casos  ativos 

Recorde-se, uma vez mais, que, nesta lista da Autoridade de Saúde Regional,  os  concelhos   de   Monchique  e    Aljezur  surgem  com a anotação:  “Notas metodológicas: Por motivos de confidencialidade, quando os casos ativos confirmados são inferiores a 3 os valores não são apresentados.” Entretanto, o presidente da Câmara Municipal de Aljezur, José Gonçalves, voltou a confirmar o teor do comunicado emitido  pela autarquia, na sua página da rede social ‘Facebook’, a 21/08/2020, segundo o qual, neste concelho, “não existe qualquer caso ativo, bem como casos em vigilância ativa”.

Como o nosso jornal tem dado conta, quando foi elaborado  o mapa com  os casos ativos no Algarve,  apenas  os concelhos de  São Brás de Alportel,  Vila  Real  de   Santo  António,   Castro  Marim  e  Alcoutim  estavam  livres da pandemia, figurando, por isso, em branco. Contudo, pouco depois,  a  situação   alterou-se  em   São  Brás  de  Alportel, onde já estão   confirmados  6  casos   ativos  e   33  pessoas   em  vigilância   (mais uma do que no dia 01/09/2020),  informou  a câmara local,  na sua página na rede social ‘Facebook’, a 02 de Setembro de 2020, já perto da meia-noite, esclarecendo que  “5  dos casos  respeitam à mesma contágio e 1 dos casos respeita a outra cadeia”.

José Manuel Oliveira

Deixe uma resposta