Sociedade

COVID-19 – ALGARVE JÁ TEM 583 PESSOAS CURADAS, 266 CASOS ATIVOS E CINCO DOENTES CONTINUAM INTERNADOS EM CUIDADOS INTENSIVOS

A Situação Epidemiológica no Algarve, de acordo com dados fornecidos pela Autoridade de Saúde Regional e atualizados às 00h00, de 31 de Julho de 2020, apresenta 866 casos de infeção confirmados em termos cumulativos, o que corresponde a mais 58 no espaço de uma semana. O total de doentes recuperados da Covid-19 ultrapassa o dobro dos casos ativos.

No Algarve já estão recuperadas 583 pessoas, enquanto que o total de casos ativos ascende a 266, segundo a Autoridade de Saúde Regional. Inalteráveis continuam os números de doentes internados com Covid-19 e os que estão nos Cuidados Intensivos, 10 e 05, respetivamente, além dos 17 óbitos registados por aquela entidade, nesta região, há mais de um mês e meio.

ESTÃO EM VIGILÂNCIA ATIVA

NESTA REGIÃO 642 PESSOAS

A nota informativa da Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro, enviada aos órgãos de comunicação social, contendo informação sobre a situação epidemiológica na região algarvia, de acordo com dados fornecidos pela Autoridade de Saúde Regional, num documento atualizado às 00:00 horas, de 31 de Julho de 2020, revela a existência de 866 casos de infeção confirmados em números acumulados, desde o início desta pandemia, 52.599 “casos infirmados (cumulativo)”, ou seja, que não se confirmaram com a doença, a que se juntam 266 “casos ativos (atual)”. E já foram dadas 93 altas, também valor cumulativo.

O relatório indica, ainda, que estão sob vigilância ativa das autoridades de saúde da região algarvia 642 pessoas e que subiu para 583 o total de doentes recuperados, correspondendo tal situação a 67,3 por cento.

HÁ MAIS 24 CASOS ATIVOS E 34 DOENTES CURADOS

Em comparação com o relatório da passada semana, divulgado a 24/07/2020, sobre a situação epidemiológica no Algarve, há a

assinalar mais 24 casos ativos, mais 34 recuperados e também mais 53 pessoas sob vigilância ativa das autoridades de saúde, contrariando neste aspeto o sucedido há uma semana. Ao mesmo tempo, nas contas da Autoridade de Saúde Regional,

subiu em 58 o número de casos confirmados (cumulativo) e em 3.514 o de casos que não se confirmaram. Já a percentagem de doentes recuperados desceu 0,6 por cento em relação ao relatório anterior. E foram dadas mais cinco altas.

QUATRO ZONAS DE APOIO À POPULAÇÃO MANTÉM-SE ACIONADAS NOS CONCELHOS DE LOULÉ, PORTIMÃO, ALBUFEIRA E FARO

A outro nível, refira-se que estão agora disponíveis 49 estruturas (menos duas do que na semana passada) a funcionar como Zonas de Apoio à População (ZAP), validadas pelas autoridades de saúde nos 16 concelhos do Algarve, com capacidade para 2.670 camas (menos 89 do que na semana passada), destinadas a isolamento profilático, quarentena e reserva social, neste caso para apoio a lares de idosos.

Ao mesmo tempo, mantém-se acionadas quatro Zonas de Apoio à População, nos concelhos de Faro, Portimão, Loulé e Albufeira, para quarentena/isolamento profilático.

PAVILHÃO DESPORTIVO MUNICIPAL DA PENHA, EM FARO, E ESPAÇO DE MULTIUSOS PORTIMÃO ARENA CONTINUAM DE PREVENÇÃO PARA

FUNCIONAREM COMO HOSPITAIS DE CAMPANHA

Já em relação a unidades hoteleiras e militares em reserva para apoio a doentes com Covid-19, estão disponíveis “30 estruturas, com capacidade de 1.610 camas”, nos 16 concelhos, segundo o relatório da Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro. Ou seja, há mais uma estrutura e menos 29 camas.

Por outro lado, como o Litoralgarve tem referido, o Pavilhão do Sporting Clube Farense dispõe de 50 camas destinadas a ampliar a capacidade de internamento para doentes Covid no hospital da capital algarvia. Enquanto isso, o Pavilhão Desportivo Municipal da Penha, também situado em Faro, e o espaço de multiusos Portimão Arena, localizado no Parque de Feiras e Exposições nesta cidade do barlavento algarvio, continuam preparados para uma eventual necessidade de ali instalar hospitais de campanha.

Autor: José Manuel Oliveira

Deixe uma resposta