COVID-19 – O ALGARVE TEM CINCO DOENTES INTERNADOS EM UNIDADES DE CUIDADOS INTENSIVOS E 549 PESSOAS JÁ FORAM DADAS COMO RECUPERADAS

É já 808 o total de casos  confirmados em termos acumulados desde o início da pandemia, na região algarvia, o que representa mais 45 no espaço de uma semana, de acordo com o relatório da Autoridade de Saúde Regional. E  também continua a subir o número de doentes internados em Unidades de Cuidados Intensivos. 

Há mais duas pessoas com Covid-19 internadas em Unidades de Cuidados Intensivos de hospitais públicos do Algarve, o que eleva para 05 o total de doentes a receber assistência neste sector. Enquanto isso, o número de recuperados, 549, volta a ultrapassar o dobro dos casos ativos, os quais ascendem a 242.

EXISTEM   242   CASOS   ATIVOS,  10   DOENTES   HOSPITALIZADOS   E  589  PESSOAS  SOB  VIGILÂNCIA   DAS  AUTORIDADES   DE   SAÚDE  NESTA  REGIÃO

A situação epidemiológica na região algarvia, de acordo com dados fornecidos pela Autoridade de Saúde Regional, num documento atualizado às 00:00 horas de 24 de Julho de 2020 e enviado pela Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro, aos órgãos de comunicação social, indica 808 casos confirmados (cumulativo) de Covid-19, desde o início da pandemia, 49.085 “casos infirmados”, ou seja, que não se confirmaram com o novo coronavírus, e igualmente em números acumulativos, 242 casos “casos ativos (atual)”, 10 doentes hospitalizados e 05 em Unidades de Cuidados Intensivos. Também em termos cumulativos, já foram passadas 88 altas médicas, segundo este relatório.

Por outro lado, 589 pessoas estão sob vigilância ativa das autoridades de saúde, numa altura em que os 549 casos recuperados da doença permitem colocar o Algarve num patamar de 67,9 por cento a este nível. O que se mantém inalterável para a Autoridade de Saúde Regional, desde o dia 12/06/2020, é o número de óbitos, num total de 17, em termos cumulativos. 

SUBIU  0,5   POR   CENTO  A  TAXA  DE  RECUPERADOS

Comparativamente ao relatório da passada semana, apresentado no dia 17/07/2020, sobre a situação epidemiológica na região do Algarve, registam-se, agora, mais 10 casos ativos, menos  um doente internado, mas, por outro lado, mais dois  em Unidades de Cuidados Intensivos, como já referimos. Ao mesmo tempo, surgem mais 35 recuperados  (o que é inferior ao verificado na semana passada), menos 119 pessoas sob vigilância ativa das autoridades de saúde e subiu em 45 o número de casos de infeção confirmados em termos cumulativos, desde o início da pandemia. Também o número de casos infirmados (cumulativo) registou um acréscimo de 3.079, enquanto que, desde a última semana, mais cinco doentes receberam alta hospitalar, de acordo com o documento. E a taxa de recuperados subiu apenas 0,5 por cento em comparação com o anterior relatório.

CONTINUAM  ACIONADAS   QUATRO   ZONAS  DE  APOIO  À  POPULAÇÃO   NOS   CONCELHOS   DE  PORTIMÃO,   LOULÉ,   ALBUFEIRA  E  FARO

Por outro lado, estão agora disponíveis 51 estruturas (menos duas do que na passada semana) a funcionar como Zonas de Apoio à População (ZAP), validadas pelas autoridades de saúde nos 16 concelhos do Algarve, dispondo de capacidade para 2.759 camas (menos 143 do que na semana passada), destinadas a isolamento profilático, quarentena e reserva social, neste caso para apoio a lares de idosos, como temos referido.

Nesta altura, continuam acionadas 04 Zonas de Apoio à População, nos concelhos de Portimão, Albufeira, Faro e Loulé, para quarentena/isolamento profilático.

MANTÊM-SE,  DE  RESERVA,   1.639  CAMAS  DISPONÍVEIS  EM   29   UNIDADES  HOTELEIRAS  E MILITARES PARA  APOIO  A  DOENTES  COM  COVID-19  NO  ALGARVE

No que diz respeito a unidades hoteleiras e militares em reserva para apoio a doentes com Covid-19, mantêm-se disponíveis 29 estruturas com capacidade de 1.639 camas, nos 16 concelhos da região algarvia.

Ao mesmo tempo, o Pavilhão do Sporting Clube Farense dispõe de 50 camas destinadas a ampliar a capacidade de internamento com doentes Covid no Hospital de Faro.

Já o Pavilhão Desportivo Municipal da Penha, situado na capital algarvia, e o espaço de multiusos Portimão Arena, localizado nesta cidade do barlavento algarvio, estão preparados para uma eventual necessidade de ali instalar hospitais de campanha.

Segundo a nota  informativa da Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro, a brigada de Unidade de Emergência de Proteção e Socorro da Guarda Nacional Republicana procedeu, no dia 21 de Julho, à descontaminação da Zona de Apoio à População (ZAP), instalada no Parque de Feiras da cidade de Tavira.

Autor: José Manuel Oliveira

PUBLICIDADE

Mais Artigos