EIS A EVOLUÇÃO DO NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19) A NÍVEL NACIONAL E NO ALGARVE – DIA 16 DE JULHO DE 2020

Dados do  boletim  epidemiológico  da  Direção-Geral da Saúde revelam que, em Portugal, no  dia  16 de  Julho  de  2020,  é este o ponto de situação da Covid-19:

– Número total de casos de infeção confirmados  (em números acumulados)  desde o início  da  pandemia – 47.765   (mais  339 do que no dia  15  de Julho de 2020, sendo 81 por cento dos casos na região de Lisboa e Vale do Tejo.)

– Número total de casos recuperados – 32.476  (mais   366   do  que no dia   15   de  Julho  de  2020)

– Número total de internados –  476   (menos  02   do  que  no  dia   15  de  Julho  de  2020)

72  em Unidades de Cuidados Intensivos  (mais   04    do    que no  dia  15  de  Julho  de  2020)

– Número  total  de  casos  suspeitos  desde  01/01/2020   –   413.498   (mais  2.205  do  que  no  dia  15   de   Julho  de  2020).  Do total dos  casos  suspeitos,   364.191    não  se  confirmaram  (mais  1.874   do  que  no  dia   15   de  Julho  de  2020).

Por  outro   lado,   1.542   pessoas  (menos   08   do  que  no  dia   15   de  Julho   de   2020)   aguardam  os  resultados  laboratoriais  aos testes  efetuados,  enquanto   que   34.898   (mais   418   do   que  no  dia   15  de  Julho  de   2020)  estão  sob  vigilância  das  autoridades  de   saúde.

– Número  total  de  óbitos  –  1.679   (mais   03   do  que  no  dia  15  de  Julho  de  2020,  tendo ocorrido na região de Lisboa e Vale do Tejo.)

A região de Lisboa e Vale do Tejo,  neste momento o epicentro da pandemia da Covid-19 em Portugal, já regista,  no total,  23.570  casos de infeção confirmados  em  números acumulados  (mais   274   do  que  no  dia  15/07/2020)  e  553  vítimas mortais  (ocorreram mais  03  óbitos).

Segue-se  a  região  Norte,  com um total acumulado de 18.253 casos de infeção confirmados em números acumulados   (mais  38   do  que  no  dia   15/07/2020)  e  826  mortes.

A  região  Centro  contabiliza   4.330   casos  de   infeção confirmados  em números acumulados   (mais   11   do  que  no   dia  15/07/2020)  e   251  mortos.

O   Alentejo    soma    605     casos   de   infeção confirmados  em  números  acumulados,  desde  o  início  da   pandemia  (mais 09   do  que   no   dia   15/07/2020)  e  19  falecimentos.

Na região  dos  Açores,  a Direção-Geral da Saúde voltou a passar de 151 para 152 o número de   casos  de infeção confirmados   em números acumulados.  Continua a indicação de 15  óbitos.  Já a Autoridade de Saúde Regional mantém a informação de  157 casos confirmados em números acumulados.  Desse total,  06  são casos ativos – cinco na Ilha de São Miguel e um na Ilha das Flores. Foi registado mais 01 caso de recuperação, com um homem de 31 anos, residente na Ilha de São Miguel.

A  Madeira,  também de acordo com a Direção-Geral da Saúde,  mantém  99  casos de  infeção  confirmados em números acumulados.  A Autoridade de Saúde Regional revela que estão sob vigilância 9.186 pessoas, das quais 4.577 “em vigilância ativa”. Existem  93  recuperações  e 06 casos ativos. Dois doentes encontram-se internados,  em isolamento na unidade destinada à Covid-19, no Hospital Dr. Nélio Mendonça, na cidade do Funchal. Nesta região do país, não há óbitos em consequência da pandemia.

Portugal   conta  agora com   13.610   casos  ativos  com Covid-19, ou seja, menos 30  em comparação com o dia 15 de Julho de 2020.

ALGARVE

ESTÃO    INFETADAS    MAIS      07       PESSOAS 

De acordo com a Direção-Geral da Saúde,  no  16  de  Julho  de  2020,  o Algarve atingiu, desde o início desta pandemia, um total  de  757  casos de Covid-19, em números acumulados. Assim, estão infetadas  mais  07  pessoas.  

15  óbitos   na região algarvia, segundo a Direção-Geral da Saúde;

17 vítimas mortais,  de acordo com  a Autoridade   de   Saúde Regional

No seu relatório do dia  16 de Julho de 2020,  a Direção-Geral da Saúde mantém a informação de 15 óbitos no  Algarve, por Covid19. Já a Autoridade de Saúde Regional regista, há bastante tempo,  17 mortes.

Os óbitos conhecidos são:

– 3 em Portimão

– 1 em Quarteira, no concelho de Loulé

– 5 em Boliqueime, no concelho de Loulé

– 1 no concelho de São Brás de Alportel

– 2 em Vila Real de Santo António

– 2 no concelho de Albufeira

– 2 no concelho de Lagoa

– 1 no concelho de  Faro

JÁ  ESTÃO  CURADAS    DA  COVI-19 

 84    PESSOAS  NO  CONCELHO  DE  LAGOS

Casos de recuperação conhecidos:

– 96 no concelho de Loulé

– 95 no concelho de Albufeira

– 84 no concelho de Lagos, informa a Câmara Municipal

       no dia 16/06/2020.

– 64 no concelho de Portimão, de acordo com a Câmara

       Municipal, no ponto de situação datado de 14/07/2020

– 55 no concelho de Faro

– 32 no concelho de Tavira

– 15 no concelho de Vila Real de Santo António

– 22 no concelho de Silves

– 16 no concelho de Olhão, indica o presidente da Câmara

       Municipal, António Miguel Pina

– 11 no concelho de Lagoa

– 03 no concelho de Castro Marim

– 04 no concelho de Monchique

– 04 no concelho de São Brás de Alportel, refere a

       Câmara  Municipal, no seu último ponto de situação

       epidemiológica no dia 16/07/2020.

LAGOS   AINDA  TEM   32   PESSOAS  INFETADAS  

O concelho de Albufeira regista, no total, 127 casos de infeção confirmados em números acumulados, desde o início da pandemia, enquanto que o de Faro tem  106, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Também Portimão, de acordo com a Câmara Municipal, no ponto de situação datado de 14/07/2020, conta com 106 casos confirmados, dos quais 39 são ativos. Já  no concelho de Lagos, como refere a câmara local, ascende a 116 o número total de casos confirmados em termos cumulativos. Desse total, 32 são casos ativos, “com perspetiva de alta para breve”, destaca o comunicado da autarquia lacobrigense.    Entretanto, segundo contaram ao Litoragarve, uma cidadã de nacionalidade brasileira veio visitar a família a Lagos e acabou por contaminá-la, sem saber que ela própria estava infetada.

NO  CONCELHO   DE  SÃO  BRÁS  DE  ALPORTEL   ESTÃO  MENOS   PESSOAS      SOB     VIGILÂNCIA  DAS  AUTORIDADES  DE  SAÚDE,   AGORA  NUM   TOTAL   DE   SETE

Na lista da Direção-Geral da Saúde, o concelho de  Loulé conta com o registo de 87 casos confirmados em números acumulados,  Tavira, 35, Silves, 28,  Olhão, 25, Vila Real de Santo António, 17,  Monchique, 14, Lagoa, 13, e São Brás de Alportel, 07. Neste concelho do interior do sotavento algarvio, o boletim da situação epidemiológica Covid-19, de 16 de Julho de 2020, publicado pela Câmara Municipal de São Brás de Alportel no ‘Facebook’, indica que, além da existência de 03 casos ativos, estão agora 07 pessoas sob vigilância das autoridades de saúde, o que é menos uma em comparação  com o anterior balanço.

TESTES  À  COVID-19    EFETUADOS  A  TODOS  OS  TRABALHADORES  DA  CÂMARA  MUNICIPAL  DE  ALJEZUR   E  AOS  MEMBROS  DO   EXECUTIVO,  DERAM   RESULTADOS  NEGATIVOS

No concelho de Aljezur, a Direção-Geral da Saúde refere 06 casos. A Câmara  Municipal, a 10/07/2020,  apontou 07. Recorde-se que em comunicado,  no dia 15 de Julho, o presidente da autarquia, José Manuel Lucas Gonçalves, revelou que “deram todos negativos” os resultados de um total de “cerca de 230 testes” realizados pela equipa do laboratório da empresa Algarve Biomedical Center, com sede em Faro, a todos  os  trabalhadores da Câmara Municipal de Aljezur, assim como ao executivo. Os testes foram levados a efeito, após uma funcionária ter contraído a Covid-19, encontrando-se de quarentena no domicílio.

Vila do Bispo e Castro Marim, nas contas da Direção-Geral da Saúde, apresentam, cada qual, 04 casos acumulados desde o início da pandemia. O presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Francisco Amaral, recorde-se, declarou que o seu concelho “está livre de Covid-19”, após a recuperação de três doentes e de já não ter pessoas sob vigilância das autoridades de saúde. “0 Confirmados / 0 em vigilância /  3  recuperados /  0  óbitos”, escreveu, no dia 06/07/2020, na página do município de Castro Marim, no ‘Facebook’.

No Algarve, até à data, só o concelho de Alcoutim  continua  livre desta pandemia.

Autor: José Manuel Oliveira

PUBLICIDADE