Sociedade

COVID-19 – HOSPITAIS PÚBLICOS DO ALGARVE CONTINUAM SEM DOENTES EM CUIDADOS INTENSIVOS, HÁ 277 CASOS ATIVOS E 416 PESSOAS JÁ ESTÃO RECUPERADAS

Numa  região  onde  a taxa  de recuperações  já  atinge  60,02  por  cento,  existem  sete   doentes  internados    e,  desde  o  início  desta  pandemia,  81  receberam  alta  hospitalar.   No  concelho  de  Lagos,    de  um  total  de  142  casos  confirmados  com   o   novo  coronavírus,  na  sequência  da  festa  em  Odiáxere,  há pouco  mais  de um  mês,   104  estão  ativos  e  38  recuperados.  Surgiu  “um  ou  outro  caso   com   pessoas  em  casa    em   que   não  é  possível  não   evitar   o  contacto”, afirmou, nesta  sexta-feira, dia  10/07/2020, em  conferência  de  imprensa,  em  Loulé,  a  Delegada  de  Saúde  Regional  do  Algarve,  Ana  Cristina  Guerreiro.

Há 277 casos ativos de Covid-19 no Algarve, 416 recuperados, sete doentes internados, mas nenhum deles em Unidades de Cuidados Intensivos. Por outro lado, 648 pessoas estão  em  vigilância ativa das autoridades de saúde e até agora  foram dadas 81 altas nos hospitais. Já o total de casos confirmados,  em  números  acumulados, com o novo coronavírus ascende a 693, enquanto que os  não confirmados  atinge   42.696. O número de óbitos mantém-se nos 17.

Estes dados foram revelados, nesta sexta-feira, dia 10 de Julho de 2020, pela Delegada de Saúde Regional do Algarve, Ana Cristina Guerreiro, durante a habitual conferência de imprensa quinzenal nas instalações do Comando Regional de Emergência e Proteção Civil, em Loulé. A situação epidemiológica na Região do Algarve, atualizada às 00:00 horas, de 10/07/2020, inclui ainda  a  indicação  de  “07 casos novos nas últimas 24h.” e encerra com a informação de que taxa de recuperados já atinge os 60,02 por cento.

LAGOS   TEM  104   CASOS  ATIVOS  E  38  PESSOAS   RECUPERADAS

No tocante em  particular  ao concelho de Lagos, num total de 142 casos confirmados, “existem 104 casos ativos” com Covid-19 “e 38 pessoas já estão recuperadas” desta doença, na sequência da festa ilegal no Clube Desportivo de Odiáxere, no dia 07 de Junho de 2020, referiu a Delegada de Saúde Regional do Algarve.  Ana  Cristina  Guerreiro chamou a atenção para  o  facto  de   surgir  “um ou outro caso novo com pessoas em casa em que não é possível não evitar o contacto.”

Mesmo assim, comparativamente à semana anterior (03/07/2020), Lagos tem, agora, menos 22 casos ativos e mais 29 pessoas recuperadas. Nas contas feitas pela Autoridade de Saúde Regional,  neste momento estão registados 142 casos confirmados, em números acumulados, no concelho de Lagos, ou seja, mais 07 do que na passada semana.

NO   ALGARVE   HOUVE  MAIS   SETE    ALTAS   HOSPITALARES    E   ESTÃO   MENOS   51  PESSOAS   EM    VIGILÂNCIA   ATIVA    DAS   AUTORIDADES   DE   SAÚDE

Já ao nível do Algarve, comparando a atual situação epidemiológica com a  que foi apresentada há uma semana, existem mais 47 casos confirmados, mais 2.559  casos infirmados, ou  seja, não  confirmados, apenas um novo caso ativo e menos um doente hospitalizado. Ao mesmo tempo, foram dadas mais 07 altas. Por outro lado, menos 51 pessoas estão em vigilância ativa das autoridades de saúde e mais 46 encontram-se recuperadas, o que corresponde a um aumento de 2,72 por cento neste sector.

MANTÊM-SE  ACIONADAS  PARA   QUARENTENA / ISOLAMENTO  PROFILÁTICO    TRÊS   ZONAS  DE  APOIO  À  POPULAÇÃO,  EM  PORTIMÃO,  ALBUFEIRA  E  TAVIRA

Nesta altura, existem 52 estruturas (mais 04 do que há uma semana) a funcionar como Zonas de Apoio à População (ZAP), validadas pelas autoridades de saúde nos 16 concelhos do Algarve, com um total de 2.889 camas (mais 199 em comparação com a semana passada), destinadas a isolamento profilático, quarentena e reserva social, neste caso para apoio a lares de idosos. Estão acionadas três Zonas de Apoio à População, nos concelhos de Albufeira, Portimão e Tavira, para quarentena/isolamento profilático.

Em relação a unidades hoteleiras e militares em reserva para a apoio a doentes com Covid-19, encontram-se disponíveis 32 estruturas com capacidade de 1.649 camas, nos 16 concelhos da região algarvia. Desta forma, há menos duas dessas estruturas de apoio e menos 37 camas disponíveis camas, em comparação com a passada semana.

JÁ  FORAM  REALIZADOS  9.677  TESTES  EM  174  LARES   DE  IDOSOS  DESDE  30  DE  MARÇO  A  09  DE  JULHO   NO   ALGARVE

Por outro lado, o relatório da Comissão Distrital de Proteção Civil,  entregue aos jornalistas, no final da conferência da imprensa, indica que, durante o período compreendido entre 30 de Março e 09 de Julho, na sequência do protocolo celebrado entre o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e o Algarve Biomedical Center (ABC), laboratório situado em Faro, realizaram-se 9.677 testes de rastreio para despistagem da Covid-19, “dos quais 978 foram re-testes”, abrangendo utentes e funcionários de 174 lares de idosos e instituições similares, nos 16 concelhos desta região. Em comparação com a passada semana, houve mais 239 testes e mais 163 re-testes. Esta ação incluiu mais seis estabelecimentos.  

2.762   TESTES  A  FUNCIONÁRIOS  DE  136  CRECHES,  ESTABELECIMENTOS  DE  ENSINO  PRÉ-ESCOLAR  E  CENTROS  DE  ATIVIDADES   OCUPACIONAIS

Enquanto isso, de 04 de Maio a 09 de Julho, registaram-se 2.762 testes, “dos quais 68  foram  re-testes”, a funcionários de um total de 136 creches, estabelecimentos do ensino pré-escolar e Centros de Atividades Ocupacionais.  Tal representa mais nove testes e mais três re-testes, em comparação com a semana anterior.

Autor: José Manuel Oliveira

Deixe uma resposta