Sociedade

COVID- 19 – HÁ MENOS INTERNADOS NOS HOSPITAIS PÚBLICOS DO ALGARVE E TAMBÉM MENOR NÚMERO DE CASOS POSITIVOS EM CASA

O relatório sobre a situação epidemiológica  na região algarvia, às 00h00 do dia 22 de Maio de 2020, de acordo com os dados fornecidos pela Autoridade de Saúde Regional, aponta para 71,8% em relação aos casos recuperados. Ou seja, numa semana houve um aumento superior a cinco por cento.

Sete internados, três deles em Unidades de Cuidados Intensivos, 79 casos positivos no domicílio e 130 contactos em vigilância ativa. A esses juntaram-se 358 casos confirmados acumulados desde o início da pandemia e 23.175 não confirmados (cumulativo), mais um caso do novo coronavírus e 257 recuperados, o que corresponde a 71,8 por cento. O número de óbitos continua a ser 15.

Foi esta a situação epidemiológica no Algarve, de acordo com dados fornecidos pela Autoridade de Saúde Regional, com atualização pelas 00h00 do dia 22 de Maio de 2020, num relatório enviado à Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro e a que o Litoralgarve teve acesso.

Existem menos 40 contactos em vigilância activa

Comparativamente ao ponto da situação apresentado há uma semana, a 18 de Maio de 2020, verificaram-se menos dois internados, mantendo-se o mesmo número de doentes em Unidades de Cuidados Intensivos. Por outro lado, existem menos 17 casos positivos no domicílio e um decréscimo de 40 no tocante aos contactos em vigilância ativa. Nesse período, houve também registo de mais dois casos confirmados acumulados e de mais 1.465 que não se confirmaram. Já o total de recuperados teve um aumento de 5,5 por cento.

Foram realizados 8.231 testes e 270 re-testes a utentes e a funcionários dos lares de idosos, além de 1.419 testes a trabalhadores de 104 creches

O mesmo relatório indica que, na sequência do protocolo celebrado entre o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e o Algarve Biomedical Center (ABC), foram realizados 8.231 testes e 270 re-testes a utentes e a funcionários de 105 lares de idosos nos 16 concelhos do Algarve, durante o período compreendido entre 30/03/2020 e 20/05/2020. Ao mesmo tempo, foram levados a efeito 1.419 testes a funcionários de 104 creches, desde 04 de Maio até ao dia 17 deste mês (ongoing), nos 16 municípios desta região.

Albufeira, Portimão e Tavira com Zonas de Apoio à População acionadas para quarentena/isolamento profilático, e 95 hotéis e unidades militares, reunindo 2.067 camas em toda a região

Em relação às Zonas de Apoio à População (ZAP), validadas pelas autoridades de saúde e instaladas em toda a região algarvia, segundo o mesmo relatório existem agora 65 estruturas (menos uma em comparação com a semana anterior), tendo a capacidade de 3.430 camas de três tipologias – Isolamento profilático, Quarentena e Reserva Social, neste caso para apoio a lares de idosos. Nesta altura, continuam acionadas para quarentena/isolamento profilático três Zonas de Apoio à População, nos concelhos de Albufeira, Portimão e Tavira. Por outro lado, encontram-se reservadas 95 (menos 06) unidades hoteleiras e militares, com 2.096 camas (mais 329).

Pavilhão Desportivo Municipal da Penha, em Faro, e Portimão Arena mantêm-se preparados para hospitais de campanha

Para apoio ao Centro Hospital Universitário do Algarve (CHUA), continuam instalados circuitos exteriores de doentes COVID nos hospitais de Faro e de Portimão. E no pavilhão do Sporting Clube Farense mantém-se 50 camas de reserva. Já o Pavilhão Desportivo Municipal da Penha, em Faro, e o Portimão Arena, espaço de multiusos situado no Parque de Feiras e Exposições nesta cidade, continuam de prevenção para a eventual necessidade de funcionarem como hospitais de campanha para doentes vítimas desta pandemia.

Autor: José Manuel Oliveira

Deixe uma resposta