Diversos

Direito de resposta da sobrinha Joana Lima, a propósito da notícia publicada ontem, dia 15/04/2020, no jornal LITORALGARVE- online e com o título: “Homem de 67 anos suicida-se em Barão de São João, no concelho de Lagos, por não poder sair de casa devido à pandemia do novo coronavírus”

Comunico vos na sequência de uma noticia divulgada ontem sobre um suicídio de um homem de 67 anos dizendo vocês devido ao isolamento decorrente do estado de emergência instalado devido ao SARS COV 2. Ponderei se valeria a pena o decorrente email, mas não ficaria de consciência tranquila se deixasse passar erros de informação. Sou sincera não conhecia o vosso canal de informação mas devido a alguns comentários na noticia de pessoas da minha rede social despertou me a atenção. Posto isto é de enorme mau tom, falta de profissionalismo e desrespeito pelos familiares e amigos da vitima o que fizeram e fazem com este tipo de noticias. Digo fazem porque se fizeram com esta noticia dificilmente acreditarei em tantas outras. Além de que este tipo de informação em nada acrescenta o saber cultural das pessoas, mas isso sendo opiniões, não se discutem. 

O senhor além de nunca ter trabalho na construção civil não colocou termo à vida devido ao isolamento e sim por outros factores, porque felizmente mesmo nesta situação nunca faltou apoio da família. “Sentir se desesperado” com que fundamento vocês colocam tais palavras? Uma resposta retórica para uma noticia infeliz.

Peço só que façam um jornalismo com fontes seguras, com pensamento critico e sem atingir susceptibilidades de quem possa estar envolvido no assunto. Se as informações fossem verdadeiras não estaria aqui a escrever este enorme texto, porque vivemos num pais livre, mas sendo estas falsas não pude deixar passar.

Cumprimentos,

A sobrinha da vítima. 

Joana Lima 

Deixe uma resposta