Desporto

Atletas lagoenses chegam aos prémios no mundial de Capoeira

Depois da participação no campeonato do mundo, reconhecida com lugares no pódio, os capoeiristas algarvios preparam-se para encontros de nível europeu e nacional.

Mykhaylo Sushystkyy, conhecido no mundo da Capoeira como «FM», residente em Lagoa desde tenra idade, foi o primeiro classificado na categoria de graduados e monitores masculinos, no 10º Mundial Muzenza de Capoeira, que acaba de decorrer na cidade de Curitiba no Brasil, entre 30 de janeiro e 1 de fevereiro.

Já o segundo prémio, na categoria infanto juvenil, foi alcançado pela algarvia Miriam Romaneiro, conhecida no mundo da Capoeira como «Plasticina».

A representação do Algarve neste 10º Campeonato Mundial de Capoeira contou com quinze atletas da Associação de Capoeiragem Malta do Sul. Integraram o grupo, destacados capoeiristas como os lagoenses Ricardo Castro, ex-campeão europeu e mundial, categoria instrutores), Filipe Barros (ex campeão europeu e mundial, categoria monitores), Ricardo Fernandes, João Cabrita e Bruno Lima (professores de Capoeira no concelho de Lagoa).

Para além da participação no Mundial de 2020, alguns elementos da comitiva representante do Algarve estiveram em digressão por diferentes estados brasileiros, nomeadamente Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Bahia. O objetivo das visitas a diferentes grupos e mestres de Capoeira, foi o de aumentar conhecimentos, e trazer para esta arte-luta praticada no Algarve, valor e credibilidade que o seu país de origem pode oferecer.

A participação dos atletas lagoenses nesta competição de nível mundial foi apoiada pelo Município, União de freguesias de Lagoa e Carvoeiro. e Freguesia Porches. 

A Associação de Capoeiragem Malta do Sul (ACMS), filiada no Grupo Muzenza de Capoeira e na Superliga Brasileira de Capoeira, acaba de ser convidada para organizar o próximo Campeonato Europeu de Capoeira no final de 2020. Entretanto, prepara também um evento de dimensão nacional, a acontecer entre 17 e 19 de abril, em Lagoa.

De recordar que a ACMS acolhe os praticantes de Capoeira de todo o Algarve e está sediada numa antiga escola nas Sesmarias (concelho de Lagoa) cedida pela Câmara local. Conta atualmente com cerca de mil praticantes algarvios dos quais uma centena são lagoenses.

Autor: Câmara Municipal de Lagoa

Deixe uma resposta