Cultura

Carta Arqueológica do Concelho de Vila do Bispo – Património Cultural Subaquático – ações de formação, divulgação e colaboração

No âmbito do projeto de investigação “Carta Arqueológica do Concelho de Vila do Bispo – Património Cultural Subaquático”, nos dias 6 e 7 de dezembro, a antiga Lota do Porto da Baleeira, em Sagres, acolheu uma ação de formação em Arqueologia Subaquática e uma apresentação pública do referido projeto, respetivamente, promovidas pelo Município de Vila do Bispo em colaboração com o CHAM – Centro de Humanidades da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

No primeiro dia, a iniciativa foi gratuita e teve como objetivo sensibilizar os mergulhadores locais e as empresas marítimo-turísticas dedicadas ao mergulho, sediadas no concelho, para a investigação, conservação, salvaguarda, valorização e exploração turística sustentável do património cultural subaquático de Vila do Bispo. Convidar os intervenientes a integrar uma plataforma de cooperação que permita a exploração científica, a gestão partilhada e a monitorização de contextos histórico-arqueológicos de naufrágio foi outro dos objetivos desta iniciativa.

A iniciativa contou com 19 participantes, destacando-se a presença do Delegado Marítimo de Sagres, de 4 membros da Estação Salva-Vidas de Sagres e de representantes das três empresas marítimo-turísticas locais dedicadas a atividades de mergulho.

Na manhã do dia seguinte o encontro, que se destinou à comunidade piscatória, teve como objetivo uma primeira apresentação pública do referido projeto municipal, reunindo cerca de 20 pessoas, designadamente pescadores, armadores, autarcas, investigadores e outros interessados que, no decorrer da tertúlia, entraram na “Conversa entre Gentes do Mar: naufrágios, pesqueiros e segredos partilhados”, momento de troca de informações e de conhecimentos relativos a contextos de naufrágio nas nossas águas.

De referir que estas ações contaram com o apoio da Docapesca – Portos e Lotas, S.A. que, mais uma vez, disponibilizou o espaço da antiga Lota da Baleeira para uma iniciativa de âmbito cultural.

Autor: Câmara Municipal de Vila do Bispo

Deixe uma resposta