Politica

Movimento Cívico “Tavira Sempre” contesta a nova ponte sobre o Rio Gilão

Os tavirenses estão a unir-se para travar a construção de uma nova ponte sobre o Rio Gilão, que vai trazer mais carros para o centro histórico, num projeto que nunca foi alvo de discussão pública envolvendo a população e que tem sido duramente criticado pela evidente falta de sensibilidade arquitetónica.

Tavira Sempre Movimento Cívico contesta a construção de uma ponte semelhante a mero viaduto, com 10 metros de largura, em pleno centro histórico, a menos de 150 metros da ponte denominada romana, ‘ex-libris’ e cartão de visita da cidade, não obedecendo a qualquer preocupação estética de integração da arquitetura típica da baixa tavirense.

Com uma faixa para automóveis, a ponte vai causar uma sobrecarga de trânsito e poluição no centro histórico ao arrepio daquilo que é a tendência mundial de retirar pressão sobre as cidades. Mais ainda, vai obrigar ao corte a zona pedonal do icónico Jardim do Coreto e conduzir carros para zonas onde não há soluções de estacionamento e em que deveriam ser privilegiadas as zonas pedonais, geradoras da fruição do espaço.

A Câmara de Tavira tem ignorado, sistematicamente, ao longo dos últimos anos todas as críticas e perguntas, nunca explicando a escolha deste projeto, nem divulgando os estudos que o sustentam. A população viu-se completamente arredada do debate público e da decisão tomada pelo executivo camarário.

Tavira Sempre Movimento Cívico constitui-se por cidadãos preocupados que desejam que a sua cidade não seja alvo de um retrocesso civilizacional. Composto por elementos dos mais variados quadrantes políticos e profissionais, pretende ver travada esta obra e deixar a debate a melhor opção para o futuro do Rio Gilão e da baixa da cidade.

“Enquanto Tavirenses e amigos de Tavira, não aceitamos que em pleno coração do centro histórico, seja despejada uma peça de betão que não reflete em nada o cunho cultural da cidade”, assume o Movimento na sua página oficial de Facebook. Tavira Sempre está aberto a todos os cidadãos que pretendam dar o seu contributo e apoio para que a cidade continue a ser tranquila, segura, mantendo a sua personalidade cultural e arquitetónica. 

Autor: Movimento Cívico “Tavira Sempre”

Deixe uma resposta