Diversos

Lagos é cidade amiga do ambiente

Lagos é o 5º município, a nível do algarve, que mais resíduos encaminhou para a reciclagem no primeiro semestre de 2019, com 679 toneladas de vidro, 541 toneladas de papel/cartão e 379 toneladas de plástico/metal. Relativamente à capitação (kg/habitante/ano), Lagos é o 4º município do Algarve com maior capitação de retoma, apresentando um valor de 53 Kg por habitante.

A meta PERSU 2014/2020 (Plano Estratégico para os Resíduos Sólidos Urbanos), estabelecida para o ano de 2019, encontra-se nos 71 kg, por habitante, por ano.

No total, no ano de 2018, foram recolhidos no concelho de Lagos 764 toneladas de embalagens de plástico/metal, 1127 toneladas de papel/cartão e 1648 toneladas de vidro. 2018 registou um aumento de 6,9 % de recolha relativamente a 2017, valor que tem vindo a aumentar de ano para ano.

Só no concelho de Lagos existem 802 pontos de recolha seletiva distribuídos pelas quatro freguesias, numa área de 213 km2 e mais de 31 mil habitantes fixos. No entanto este valor regista grandes alterações, chegando a triplicar, nos meses de verão.

A Algar é a empresa responsável pela recolha seletiva de embalagens nos ecopontos existentes nos 16 Municípios da região do Algarve (Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Faro, Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Olhão, Portimão, São Brás de Alportel, Silves, Tavira, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António), servindo uma população de cerca de 451 mil habitantes, numa área total aproximada de 5.000 km2.

Os Algarvios separam mais de 38 mil toneladas de resíduos por ano. Só em vidro, por ano são recolhidas mais de 15 mil toneladas.

A Algar lançou recentemente uma campanha de sensibilização sobre a separação seletiva com vista a incentivar a utilização dos ecopontos pelos residentes e visitante da região, em especial durante o verão.

Autor: Câmara Municipal de Lagos

Deixe uma resposta