Diversos

ALMA LUSA EM LAGOS DA GASTRONOMIA MEDITERRÂNICA AO FADO

Com capacidade para 70 clientes, o Restaurante Alma Lusa, situado na Rua Gago Coutinho, nº. 3, em Lagos, a caminho do Porto Mós, apresenta uma decoração que, como o nome indica, não nos deixa esquecer que estamos em Portugal e em particular no Algarve –  moderna, em que se podem ver, nomeadamente, típicas chaminés da região e imagens de praias – destacando o que há de melhor no país.

AMBIENTE ACOLHEDOR E PEIXE FINO

E se à entrada, qualquer pessoa fica logo encantada com o ambiente bastante acolhedor do espaço, ao nível da gastronomia é de ficar cheio de apetite perante as iguarias ao dispor. Existe uma cozinha especializada em grande variedade de produtos regionais, com foco para a gastronomia mediterrânica. Peixe fino – como robalo, polvo e cherne – é apenas um dos exemplos.  Os profissionais dedicam-se a cozinhar e a servir, como fazem questão de realçar, “o que de melhor o Mar e a Terra dãono Algarve.” E às quartas-feiras até há noite de fado. O preço médio de uma refeição é 25 euros. E foi no passado dia 26 de Junho (precisamente quarta-feira) que visitámos este espaço de restauração, onde deparámos  com a presença de Helena Candeias, uma jovem fadista da cidade de Lagos, que de 15 em 15 dias aqui atua. A artista leva, assim, a nossa cultura numa envolvência entre a gastronomia e o fado.

HELENA CANDEIAS COM AGENDA PREENCHIDA

Litoralgarve – Helena Candeias: o fado tem sido uma constante na restauração em Lagos. Vê isso como um apoio?

Helena Candeias – Sim, vejo e cada vez mais, nós, fadistas, sentimos aqui em Lagos a presença do Fado na restauração da cidade e do concelho. Na sua maioria, os clientes são estrangeiros, mas é agradável com a nossa voz e mais com o meu amor ao fado conseguir transmitir às pessoas a emoção do fado.

Litoralgarve – Tem a agenda cheia para este Verão?

Helena Candeias – Com muitas atuações do sotavento ao barlavento algarvio. Há outros projetos relacionados com o fado, mas aqui não posso revelar mais. Contudo, podem consultar a minha página no ‘Facebook’.

TURISTA IRLANDES NUNCA TINHA OUVIDO FADO   

Em seguida, falámos com um cliente – John Smith, de 68 anos, irlandês e de férias em Lagos, que não escondia um olhar e traços faciais de felicidade e alegria.

Litoralgarve: É do fado, do ambiente ?

John Smith – Nunca tinha ouvido fado, mas amigos meus já me tinham contado e estou hilariante. A comida neste restaurante é ótima, o vinho português excelente e a voz daquela jovem muito boa. Canta lindamente e saio daqui de coração cheio.

“QUARTA-FEIRA E´ NOITE DE FADO E TENHO A CASA SEMPRE CHEIA”

Já Daniel Godoroja, gerente do restaurante Alma Lusa, reconheceu ver com bons olhos  “uma boa envolvência da gastronomia” com o fado às quartas-feiras. “Quarta-feira é a noite de fado e tenho sempre a casa cheia. E se for com a Helena Candeias, então, nem temos mãos a medir.” Para quem não conhece este espaço moderno, o empresário deixou uma mensagem: “Venham experimentar um conceito de cozinha diferente, mas ao mesmo tempo regional e local, que vos esperamos de braços abertos.”

Deixe uma resposta