Sociedade

Lagos abrangido por Contratos Locais de Desenvolvimento Social

Projeto, a desenvolver em parceria entre o Município e o Centro de Assistência Local Lucinda Anino dos Santos (CASLAS), vai intervir em matéria familiar e parental para prevenir a pobreza infantil.

A Câmara Municipal de Lagos deliberou aceitar o convite que lhe foi endereçado pelo Conselho Diretivo da Segurança Social, IP para desenvolver no concelho o Programa de Contratos Locais para o Desenvolvimento Social (CLDS). Trata-se de um instrumento de combate à exclusão social, caracterizado por uma intervenção de proximidade e em parceria, que visa aumentar os níveis de coesão social dos concelhos abrangidos, atuando nos grupos populacionais que, em cada território, evidenciam fragilidades mais significativas. O Programa prevê o financiamento comunitário dos projetos a desenvolver.

Embora o Programa CLDS tenha sido criado em 2007 e se encontre atualmente já na sua 4.ª geração, só este ano, com a publicação do Despacho n.º 176-A/2019, o concelho de Lagos foi considerado elegível, condição que levou o Núcleo Executivo da Rede Social de Lagos a incluir em Plano de Ação para 2019 a candidatura a um CLDS-4G, proposta que mereceu aprovação do Conselho Local de Ação Social.

De acordo com os indicadores definidos, Lagos foi identificado como um território com situações críticas de pobreza, particularmente a infantil, pelo que o CLDS-4G a desenvolver neste concelho devem incidir na intervenção familiar e parental (Eixo 2) e contemplar obrigatoriamente: ações dirigidas prioritariamente aos agregados familiares de baixos rendimentos com crianças, no sentido de os apoiar em processos de qualificação familiar e na mediação dos conflitos familiares; assim como ações de mobilização das crianças e jovens, promovendo estilos de vida saudáveis e a sua integração na comunidade, nomeadamente através da participação nos domínios da saúde, do desporto, da cultura e da educação para uma cidadania plena.

O Município indicou como Entidade Coordenadora Local o CASLAS, entidade de referência nas matérias relacionadas com a infância e a juventude, que terá assim à sua disposição um financiamento no montante de 352 mil euros para desenvolver este Programa.

Autor: Câmara Municipal de Lagos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *