Diversos

Sensibilizar para o uso consciente da água com humor

“Água com um Pingo de Consciência” é o mote da campanha de sensibilização promovida pelo Grupo Águas de Portugal e que foi agora reforçada com a participação de Herman José. O humorista criou quatro personagens que apelam ao uso consciente da água e o primeiro vídeo é apresentado hoje, véspera do Dia Mundial da Água.

A campanha “Água com um pingo de consciência”, lançada em setembro último pelo Grupo Águas de Portugal para sensibilizar os portugueses para o uso consciente da água, tem agora um reforço de comunicação através de um conjunto de vídeos criados e protagonizados pelo humorista Herman José.

O primeiro vídeo foi hoje lançado nas redes sociais Facebook, Instagram e Youtube os restantes vídeos serão apresentados semanalmente nos canais do Grupo Águas de Portugal e de Herman José.

O humorista, que criou também uma canção alusiva ao tema, recorre a diferentes personagens que abordam o uso da água e incentivam ao seu uso consciente.

A incorporação de humor para veiculação de mensagens é um fator de incremento da eficácia de campanhas de sensibilização, de acordo com os participantes no Estudo Nacional sobre Atitudes e Comportamentos dos Portugueses face à Água.

Este estudo, que decorreu em abril de 2018 e abrangeu mais de 1660 pessoas num inquérito online, identificou a existência de dissonâncias entre as atitudes e os comportamentos dos Portugueses face à água, que consideram como o mais importante recurso, mas não o valorizam e reconhecem que praticam desperdício.

Os participantes no estudo consideram as campanhas de sensibilização como uma das ações mais indutoras de comportamentos de poupança e valorização da água.

O reforço da campanha “Água com um Pingo de Consciência”, nomeadamente através do humor, vem dar continuidade ao movimento de sensibilização para o uso consciente e sustentável de água, essencial num contexto de escassez e de alterações climáticas.

Campanha de Sensibilização para o Valor da Água

“Água com um Pingo de Consciência”

Em 2017, na sequência da seca que assolou Portugal, tinha sido feito um apelo a que os portugueses reduzissem o consumo de água através da campanha “Um minuto por dia, vamos fechar a torneira à seca”.

Em abril de 2018, realizou-se um estudo que identificou a existência de dissonâncias entre as atitudes e os comportamentos dos Portugueses face à água, que consideram como o mais importante recurso, mas não a valorizam e reconhecem que praticam desperdício.

Tendo por objetivo promover a utilização eficiente da água através da consciencialização para o valor da água em todas as suas dimensões, a campanha “Água com um Pingo de Consciência” teve início em setembro de 2018 com a veiculação de mensagens de sensibilização na imprensa, rádio, televisão e meios digitais.

Esta campanha integra outras ações de promoção da eficiência hídrica a desenvolver pelo Grupo AdP em parceria com a APA – Agência Portuguesa do Ambiente e outras entidades públicas, municípios, organizações não-governamentais e outras entidades, nomeadamente workshops em escolas e para técnicos municipais.

No Portal da Água (www.portaldaagua.pt) está disponível informação e diversos materiais que podem ser usados por todas as entidades que pretendam juntar-se a este movimento de sensibilização para o valor da água e para a promoção do seu uso consciente.

A conceção da campanha “Água com um Pingo de Consciência” foi cofinanciada pelo Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente no quadro da Estratégia Nacional de Educação Ambiental 2020.

A Água em Números

Segundo as Nações Unidas, um ser humano precisa de 110 litros de água por dia para satisfazer as suas necessidades básicas. Parece muito, mas se pensarmos um pouco nos gastos diários, mesmo nos mais eficientes, rapidamente chegamos a esta quantidade.

Há pequenos gestos do dia-a-dia que podem fazer toda a diferença:

  • Um duche de 15 minutos, com a torneira aberta, consome cerca de 180 litros.
    Se fechar a torneira enquanto se ensaboa e diminuir o tempo do duche para 5 minutos, reduzirá o consumo para 60 litros. Um chuveiro com sistema redutor de caudal pode economizar até 80% de água.
  • Lavar as mãos ou os dentes com a torneira aberta, pode gastar cerca de 14 litros de água. Se usar um copo, pode diminuir para apenas 1 litro.
  • Manter a torneira aberta enquanto se faz a barba, pode gastar até 40 litros de água. Se se colocar água no lavatório, pode diminuir o gasto para 2 litros.
  • Em cada descarga de autoclismo gasta-se entre 7 a 15 litros de água. 
    A opção por um autoclismo de dupla descarga ou de interrupção de descarga ou a colocação de um volume sólido, por exemplo uma garrafa de 1,5 litros, dentro do depósito da água pode diminuir o consumo de água até 50% por descarga.
  • Uma torneira a pingar de 5 em 5 segundos, durante 24 horas, pode gastar 30 litros de água por dia, o que corresponde a mais de 10.000 litros de água por ano. Se não tiver fugas, reduz para 0 litros.
  • A opção por máquinas de lavar roupa e de lavar loiça, com a carga completa e utilizando os programas económicos, que têm um menor consumo de água e energia associado, permitem reduções significativas no consumo de água utilizados nestas atividades: a lavagem da roupa à máquina pode traduzir-se numa redução de 90% no consumo de água e a utilização de uma máquina de lavar loiça eficiente pode resultar na redução aproximada de 92% em cada ciclo de lavagem em relação a lavar a loiça de torneira aberta.

A água está presente em todas as atividades humanas e na cadeia de valor de todos produtos que consumimos. Alguns exemplos:

  • Uma folha de papel (80gr) custa 10 litros de água a fazer.
  • Uma fatia de pão: 40 litros.
  • Uma maçã: 70 litros.
  • Uma chávena de café (125ml): 140 litros.
  • Um telemóvel, 900 litros.
  • Uma t-shirt de algodão: 2.000 litros.
  • Um par de sapatos de pele: 8.500 litros.
  • 1 kg de carne de vaca: 15.000 litros.

Autor:Águas do Algarve

Deixe uma resposta