Cultura

Barão de São João e Lagos no roteiro do Instammet dedicado ao projeto Arte Pública Fundação EDP

Organizado pelo Gerador, uma plataforma de ação e comunicação para a cultura portuguesa, o terceiro Instammet dedicado ao projeto “Arte Pública” vai acontecer no Algarve nos dias 15, 16 e 17 de Março e irá desdobrar-se em dois Instameets, um no Barlavento e outro no Sotavento.

Trata-se de uma iniciativa que, em colaboração direta com a Fundação EDP, visa realizar 11 instameets, ao longo do ano de 2019, para dinamizar o roteiro do Programa Arte Pública Fundação EDP, levando um conjunto de fotógrafos e instagramers a todos os locais onde o projeto está presente e convidando os mesmos a explorar tanto a cultura local, como as obras que aconteceram no projeto.  

Alfândega da Fé, Miranda do Douro, Mogadouro e Torre de Moncorvo (janeiro), Campo Maior (fevereiro), Sotavento e Barlavento Algarvio (março), Rio Maior (abril), Vila Nova da Barquinha (maio), Braga (setembro) e Fundão (outubro) são os locais anfitriões das “maratonas” fotográficas que contarão com um total de 44 instagramers portugueses.

Os instagramers chegarão a Lagos no dia 16, onde terão oportunidade de conhecer a animação noturna que a cidade oferece. No domingo de manhã irão visitar as obras de arte urbana existentes em Barão de São João, assim como conhecer o local, a paisagem, a cultura, as pessoas, a comunidade e a arquitetura. À tarde, nesse mesmo dia, participarão numa iniciativa com a população local. O Município de Lagos associa-se à iniciativa apoiando logisticamente o acolhimento da comitiva.

Segundo a organização, “a ideia é celebrar o projeto Arte Pública, no qual já participaram mais de 35 artistas de várias dimensões das artes visuais para intervencionarem espaços em territórios de baixa densidade populacional, tipicamente no interior e com reduzido acesso à arte”.

No projeto Arte Pública, os artistas convidados trabalham em conjunto com as comunidades de cada território para decidirem as intervenções artísticas a realizar em espaços como fachadas de edifícios, muros, postos de transformação da EDP Distribuição, entre outros.

O LAC – Laboratório de Atividades Criativas, associação cultural sediada na antiga cadeia de Lagos, agilizou toda a produção do projeto Arte Pública Fundação EDP no Algarve. Os dois núcleos que foram alvo esta iniciativa – a barlavento e a sotavento – receberam o nome de “Watt? – Um Projeto Artístico para a Comunidade”. O desafio foi lançado e aceite com entusiasmo nas localidades de Vila do Bispo, Barão de São João, Mexilhoeira Grande/Figueira, São Bartolomeu de Messines, Alte e Alportel. Nestas, os seis artistas convidados – Xana, Jorge Pereira, Mariana a Miserável, Padure, Susana Gaudêncio e Tiago Batista – conceberam e realizaram um conjunto de 20 intervenções de arte urbana. 

Autor: Câmara Municipal de Lagos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *