Diversos

Eurocidade do Guadiana define estratégias em assembleia da Rede Ibérica de Entidades Transfronteiriças

A Eurocidade do Guadiana – constituída pelos municípios de Ayamonte (ES), Castro Marim e Vila Real de Santo António (PT) – encontra-se a participar na Assembleia-geral da Rede Ibérica de Entidades Transfronteiriças (RIET), que tem lugar esta quarta-feira, em Cáceres, Espanha.

No encontro, a Eurocidade encontra-se representada pelo vice-presidente da Câmara Municipal de VRSA, Luís Romão, entidade que assume atualmente a presidência do organismo, e pelo Alcalde de Ayamonte, Alberto Fernández.

Nesta sessão, os temas em discussão estão centrados nos desafios para os territórios de fronteira, nomeadamente nas questões relacionadas com a sua infraestruração. Na ordem de trabalhos, estão ainda em análise as políticas relacionadas com a demografia e a inovação social, contando o debate com a presença do Secretário de Estado de Política Territorial (ES), Ignácio Sanchez Amor.

A reunião dá continuidade à anterior assembleia-geral da RIET, realizada em novembro, no Fundão, onde foram apresentadas as linhas de financiamento às quais os membros da RIET se podem candidatar e apresentados os fundos de cooperação pós 2020.

Para Luís Romão, diretor da Eurocidade do Guadiana, «a Eurocidade pode e deve ser uma entidade que pense e trabalhe de forma estratégica o desenvolvimento sustentado do território e constitui uma excelente oportunidade para que, em conjunto, se possa dar resposta ao conjunto de dificuldades derivadas da situação periférica dos seus territórios. Ao agirmos em união, ganhamos escala e potenciamos as nossas metas», afirma.

Esta constituiu a segunda reunião da RIET em que a Eurocidade participa desde que foi reconhecida como Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT).

O reconhecimento da Eurocidade do Guadiana como AECT torna mais fácil a cooperação transfronteiriça e transnacional, dando-lhe, por exemplo, a possibilidade de se candidatar diretamente aos fundos europeus e de os gerir.

Através deste estatuto, concedido pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento e Coesão, pode também ser confiada à Eurocidade do Guadiana a execução de programas cofinanciados pela União Europeia ou de outros projetos de cooperação transfronteiriços.

Sobre a Eurocidade do Guadiana

A Eurocidade do Guadiana é um projeto que vai além da cooperação institucional e pretende o fortalecimento na ligação já existente entre os municípios de Ayamonte, Castro Marim e VRSA, promovendo a convergência económica, social, cultural, turística e ambiental entre os territórios.

A estrutura, criada em janeiro de 2013, foi inicialmente constituída pelos municípios de Ayamonte e Vila Real de Santo António. Na sequência das relações de proximidade territorial e cultural existentes, o concelho português de Castro Marim juntou-se à Eurocidade em maio de 2013

A presidência da Eurocidade é atribuída rotativamente a cada um dos municípios por um período de dois anos. Depois de Ayamonte ter assumido a presidência no primeiro biénio e Castro Marim no segundo, é agora a vez de Vila Real de Santo António liderar o organismo.

Autor: Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *