Cultura

Chegou o Serões de Outono

Regressa à Casa do Povo de Santo Estêvão (CPSE), nos dias 02 e 03 de novembro, o Serões de Outono com novas propostas musicais. Os concertos de Fernando Cunha (dia 02 | 22h00), Francisco Sales (dia 03 | 22h00) e Beatriz Nunes (dia 03 | 23h00), inseridos igualmente na programação do Misty Fest, marcam o arranque deste ciclo que decorre até dia 15 de dezembro.

Fernando Cunha – dia 02 novembro | 22h00

Um momento musical que consiste na apresentação de novas canções e a revisitação de clássicos dos Delfins.

Fernando Cunha, fundador dos Delfins e dos Resistência, apresenta, agora, um novo trabalho em nome próprio: “A Guitarra a Tocar”. Cocompositor de parte dos clássicos dos Delfins e produtor da sua discografia, Cunha foi um dos responsáveis por algum dos maiores clássicos do cancioneiro coletivo português.

Fernando entende “A Guitarra a Tocar” como um trabalho de reflexão, mas também como uma oportunidade para musicar poemas de Fernando Pessoa ou reunir músicos que admira.

Em “A Guitarra a Tocar” encontram-se 14 temas, sendo oito originais: “Viver na Lua não é fácil” (canção escrita por Paulo Pedro Gonçalves), “Sim, Sei Bem” (duas versões: uma com adaptação de letra de Ricardo Reis- Fernando Pessoa e outra instrumental), “A Criança que fui Chora na Estrada” (poema de Pessoa) e o tema título (letra de Amélia Muge e música composta em parceria com João Gomes). O álbum inclui, ainda, alguns temas revisitados.

Francisco Sales – dia 03 novembro | 22h00

Francisco Sales dá a conhecer o seu segundo álbum “Miles Away”. Uma viagem sonora intimista que convida o ouvinte a um cenário de paz, emoções e descobertas.

Licenciado, em Jazz, pela Escola Superior de Música de Lisboa, Francisco Sales trabalha a sonoridade da guitarra, acústica e elétrica, criando paisagens sonoras inspiradas nas suas múltiplas viagens pelo mundo.

Em 2016, acompanhou nomes conceituados da música como Chaka Khan, Omar ou Natalie Williams. Já no início de 2017, lançou “Miles Away”.

 

 

Beatriz Nunes – dia 03 novembro | 23h00

“Canto Primeiro” é o título do álbum de Beatriz Nunes que conta já com 30 anos de percurso musical. Um disco ambicioso que a afirma como compositora e produtora.

Na companhia de Luís Barrigas (piano), Mário Franco (contrabaixo) e Jorge Moniz (bateria), Beatriz assina, agora, um disco íntimo.

Do Conservatório a digressões internacionais com Madredeus, da música popular e do jazz ao canto lírico, Beatriz é também docente na Escola de Jazz do Barreiro e na Escola Profissional Ofício das Artes em Montemor-o-Novo.

Esta edição dos Serões de Outono fica marcada pela continuada aposta na qualidade dos intérpretes, prevendo-se, ainda, pelas 22h00, as seguintes atuações:

Dia 17.11: Rita Redshoes & Bruno Santos

Dia 01.12: Kimi Djabate (programação inserida no Outonalidades)

Dia 15.12: Tó trips & João Doce

Serões de Outono trata-se de uma organização da CPSE, a qual conta com o apoio do Município de Tavira e da Freguesia de Luz de Tavira e Santo Estêvão. O objetivo consiste em garantir uma programação de qualidade, no barrocal do concelho, no período de época baixa.

Autor: Câmara Municipal de Tavira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *