Diversos

SAGRES JUNTA MILHARES DE VISITANTES NO 9º. FESTIVAL DE OBSERVAÇÃO DE AVES & ACTIVIDADES DE NATUREZA ATÉ DIA 7 DE OUTUBRO

Saídas para observar aves em terra e no mar, actividades de geologia e flora, devolução de aves à natureza, observação de cetáceios, palestras e mini-cursos.  São estas algumas das duzentas actividades, cem das quais gratuitas, inseridas na 9ª. edição do Festival de Observação de Aves & Actividades de Natureza, que decorre até ao próximo domingo, dia 07 de outubro, em Sagres, no concelho de Vila do Bispo, juntando milhares de visitantes.

DA ÁGUIA-PERDIGUEIRA A AVES PLANADORAS A CAMINHO DE ÁFRICA

 Em destaque estão a águia-perdigueira, a águia cobreira, abutres-do-egipto, grifos, cegonhas e aves planadoras a caminho de África.

A organização encontra-se uma vez mais a cargo da Câmara Municipal de Vila do Bispo e conta com a envolvência da associação de defesa ambiental Almargem e da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), além do patrocínio do hipermercado Intermaché de Sagres.

Numa mesa-redonda, com a presença da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, do secretário de Estado Adjunto do Ambiente, José Mendes, e do edil de Vila do Bispo, Adelino Soares, na Fortaleza do Beliche, em Sagres, na passada quinta-feira, dia 04 de outubro, no âmbito da  apresentação do Festival de Observação das Aves, foi destacado que “o turismo ornitológico, a par do ‘walking’, e o ‘cycling’ poderão contribuir para combater a sazonalidade do Algarve e, ao mesmo tempo, atrair públicos mais sintonizados com o tema da sustentabilidade”.

Na edição anterior deste evento “estiveram participantes de 42 países de todos os continentes”, lembrou Adelino Soares, tendo sublinhado a dada altura que “em 2015 fomos vencedores do prémio do ‘Município do Ano’ a nível regional e nacional. Esse mérito vem do Festival de Observação de Aves.”

PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE VILA DO BISPO “NÃO GOSTA DE PERDER NEM A METRAQUILHOS”

A reforçar o destaque alcançado pelo concelho de Vila do Bispo, o secretário de Estado Adjunto do Ambiente, José Mendes, salientou: “É um enorme prazer estar aqui com um dos maiores presidentes de câmara, mais dinâmicos deste país, que não gosta de perder nem a metraquilhos, e os resultados estão à vista.” “Este é um sector que está em crescimento. O turismo da natureza tem tido um grande contributo para o crescimento do turismo”, observou o governante.

“O TURISMO NO ALGARVE TEM VINDO A CRESCER NA ÉPOCA BAIXA»

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, afinou pelo mesmo diapasão, realçando: “Cada vez mais Portugal está a ganhar espaço e quota nestes nichos de mercado e os números comprovam isso.” E acrescentou: “O turismo no Algarve tem vindo a crescer na época baixa. Este tipo de turismo, o da natureza, é que tem ajudado a trazer mais visitantes para esta região. Não basta o sol e praia.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *