Diversos

SAGRES. ONDE A ESTRADA ACABA E O PERIGO COMEÇA!

Marcha pela requalificação da EN 268. 22 de julho, às 11h

Sagres é um dos destinos turísticos em Portugal com maior número de visitantes.

A Fortaleza e o Cabo de S. Vicente são atrações que todos os anos são visitados por milhares de turistas.

Todos os dias, entram na vila dezenas de autocarros de turismo e centenas de carros.

Ao entrarem em Sagres, entram também na estrada de ninguém.

A EN 268 é o cartão-de-visita de Sagres, uma via que não tem as mínimas condições de segurança para peões e automobilistas.

Esta falta de segurança está bem patente nas bermas da estrada (ver nas fotos em anexo) que obrigam os peões a transitar na faixa de rodagem.

Esta via além de ser a entrada de uma localidade que recebe cerca de 1 milhão de visitantes anualmente, dá acesso a uma superfície comercial, várias casas de comércio e à escola primária, é uma via por onde transitam idosos, crianças e centenas de automobilistas diariamente.

Nos últimos anos a Junta de Freguesia de Sagres e a população têm manifestado juntos das Infraestruturas de Portugal o seu descontentamento e a sua revolta pelo estado deplorável em que esta via se encontra, através de mais de 500 cartas, abaixo assinados e email´s.

Agora e depois de muitas tentativas, a população decidiu organizar uma Marcha pela manutenção e requalificação da EN 268.

Uma marcha que irá mostrar todas as dificuldades e perigos que esta via apresenta através de um protesto organizado pela Junta de Freguesia de Sagres.

Este protesto serve também para estipular um prazo para que as Infraestruturas de Portugal respondam aos diversos pedidos de reunião.Ao findar esse novo prazo e se não houver resposta por parte deste organismo, a população de Sagres irá realizar novas formas de pressão para a resolução deste problema, ainda durante este verão.

Autor: Junta Freguesia de Sagres

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *