Cultura

LAGOS E O MAR – TERRA de DESCOBERTAS

Todos os anos o ritual repete-se. No último fim-de-semana de julho Lagos transforma-se na capital artística da doçaria algarvia, com a realização da Feira Concurso ARTE DOCE. LAGOS E O MAR – TERRA de DESCOBERTAS foi o tema escolhido para esta XXXI edição. DIOGO PIÇARRA, GISELA JOÃO e NELSON FREITAS animam um certame a não perder.


Lagos manteve, desde sempre, uma forte ligação ao mar, com grande relevância nos séculos XV e XVI, pois foi aqui que o Infante D. Henrique armou as caravelas que alcançaram a costa de África, dando início à epopeia dos Descobrimentos Portugueses, e de onde partiu Gil Eanes, o navegador natural de Lagos que ousou desafiar os medos e demonstrou que o Mundo não acabava no Cabo Bojador e que o mar não era povoado por monstros marinhos, como rezavam as lendas. Atualmente, essa ligação ao Mar continua muito presente. Lagos é uma das cidades algarvias mais procuradas pelas suas praias de areia dourada e águas cristalinas, pela beleza paisagística da sua baía e pelo seu legado arquitetónico. Hoje Lagos não representa apenas o arranque dos Descobrimentos Portugueses, mas é também Terra de Descobertas, em que todos os dias surgem novas oportunidades de descobrir e experienciar algo único e autêntico.

 

A viagem que propomos tem o mar no horizonte e é ponto de partida para esta verdadeira odisseia de descobertas, numa cidade única e inesquecível. No último fim-de-semana de julho (dias 27, 28 e 29), à doçaria tradicional, confecionada sobretudo à base de amêndoa e figo, juntam-se os produtos regionais e o artesanato. As habituais tasquinhas com os tradicionais petiscos algarvios e a animação musical estarão igualmente em destaque. O tema obrigatório escolhido para esta edição – LAGOS E O MAR – TERRA DE DESCOBERTAS – permitirá às doceiras participantes pôr a imaginação à prova para o Concurso Arte Doce, que visa apelar à criatividade e sentido estético das doceiras, valorizando as características do doce tradicional que tem na componente visual um dos seus maiores atrativos.

O programa da Feira Concurso ARTE DOCE volta a apostar em grandes artistas nacionais sobejamente conhecidos, e para todos os gostos, como DIOGO PIÇARRA, GISELA JOÃO e NELSON FREITAS.

A 31ª edição da ARTE DOCE, cuja entrada é gratuita, decorre novamente o Complexo Desportivo Municipal e é organizada pela Câmara Municipal de Lagos, contando com os apoios das Juntas de Freguesia do município, da empresa municipal LAGOS-EM-FORMA e de alguns restaurantes do concelho.

Visite a Feira e prove o que de mais doce Lagos tem para oferecer!

 Informação Complementar:

HISTORIAL dos TEMAS

1987 – Sem Tema

1988 – Sem Tema

1989 – Os Descobrimentos

1990 – Chaminés

1991 – Os Barcos

1992 – Arte Pública

1993 – Frutos

1994 – Flores

1995 – As Pescas

1996 – A Gastronomia Regional

1997 – O Ciclo do Pão

1998 – Os Instrumentos Musicais

1999 – Casas Algarvias

2000 – 500 Anos da Descoberta do Brasil

2001 – A Europa e a Moeda Única

2002 – Património Local e Arte Pública de Lagos

2003 – Saber (a) Mar

2004 – D. Manuel I e os 500 Anos do Foral de Lagos

2005 – Lagos e o Mar: As Pescas e a Indústria Conserveira

2006 – Da Flor ao Doce – 20 Anos

2007 – Lagos dos Descobrimentos, Destino Turístico de Excelência

2008 – Ciência Viva: Do Astrolábio ao GPS

2009 – Lagos Tecnopolis: a Cidade no Século XXI

2010 – O Centenário da República

2011 – Património e Memória de Lagos

2013 – Artes e Ofícios Regionais

2014 – Ano Internacional da Agricultura Familiar

2015 – Lagos: Memórias da Cidade

2016 – Lugares de Globalização

2017 – Flores e Plantas do Algarve

2018 Lagos e o Mar – Terra de Descobertas

Autor: Câmara Municipal de Lagos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *