Diversos

Nova campanha de escavações arqueológicas estuda ocupação medieval de Cacela Velha

A vila de Cacela volta a receber um conjunto de trabalhos de escavação arqueológica na área do Poço Antigo, sítio onde se localizam o antigo bairro islâmico, a possível ligação ao porto e a sequente necrópole cristã.

As ações tiveram início esta segunda-feira e pretendem reanalisar os vestígios arqueológicos existentes, delimitar as áreas de ocupação e identificar novas zonas de testemunhos arqueológicos.

A iniciativa é levada a cabo pela Universidade do Algarve e pela Simon Fraser University (Canadá) e conta com o apoio da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António e da Direção Regional de Cultura do Algarve.

O projeto tem um horizonte de quatro anos e permitirá que cientistas portugueses e estrangeiros possam estar no terreno a aprofundar o conhecimento sobre o passado de Cacela Velha.

O seu principal objetivo é desenvolver o estudo de Cacela Velha medieval, em sequência das escavações já ali desenvolvidas nos anos 1997-2007.

Através destas medidas, pretende-se não só consolidar a informação histórico-arqueológica já adquirida, mas principalmente obter novos dados que permitam alargar e detalhar o conhecimento sobre o território onde a povoação de Cacela se estabeleceu, bem como sobre as comunidades humanas que o habitaram ao longo da Idade Média (séculos X–XV).

O cerne dos trabalhos será a transição entre a ocupação medieval islâmica e medieval cristã, com foco nas alterações operadas e nas continuidades perpetuadas.

O projeto «Muçulmanos e Cristãos em Cacela Medieval: território e identidades em mudança» tem também um objetivo formativo, sendo o seu alvo principal os jovens investigadores nas áreas de arqueologia, património cultural e antropologia.

Para isso, está a ser levado a cabo um campo-escola de trabalhos arqueológicos e desenvolvidas colaborações em estudos de licenciatura e mestrado.

De forma a aumentar a proximidade dos estudantes com a investigação, o plano conta também com a participação de um grupo de alunos da Escola Secundária de Vila Real de Santo António.

Todas as ações serão acompanhadas por um programa de divulgação e valorização do património histórico-arqueológico de Cacela Velha, esperando-se a renovação e ampliação das infraestruturas de apoio a visitas aos sítios arqueológicos de Cacela-a-Velha e o estabelecimento de medidas de proteção e musealização.

Autor: Câmara Municipal de VRSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *